agora tem segurança

Anvisa proíbe venda de quatro alisantes de cabelo

Posted On Terça, 20 Março 2018 17:40 | Informações do R7

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a comercialização de quatro alisantes de cabelo que estavam disponíveis no mercado. Os produtos contêm formol, considerada uma substância cancerígena, acima do nível permitido pela legislação.

“O formol é uma substância cancerígena e a sua presença em doses acima do tolerado pode causar problemas de saúde, seja pelo contato com a pele, com os olhos ou pela inalação”, informou a Anvisa por meio de comunicado.

Os produtos probidos são: todos os lotes de Maxxdonna Profissional Matutinha Máscara 02 Redutora de Volume, fabricado pela G.A.M; todos os lotes de 2 Step Ingel Maxx Premium Forever Liss Professional, fabricado até 31/10/2017 pela ITC Cosméticos; lote 054 Forever Liss Botox, da Aguss; e lote 5444 Bio Amazônica – Argila Terapia, fabricado por Embratec Envaso.

As análises foram feitas pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco.

De acordo com a Anvisa, o uso de formol em cosméticos é limitado devido a seu aspecto tóxico, sendo apenas permitido como conservante de produtos, na concentração de até 0,2%, e nunca como alisante de cabelo.

O contato com essa substância pode levar à irritação da pele, dor e queimaduras. Já a inalação pode causar irritação na garganta, tosse, diminuição da frequência respiratória e pneumonia, ainda segundo dados da Anvisa.

A Embratec Envaso informou, por meio de nota, que a empresa não utiliza a substância na composição de seus produtos. “Já entramos com pedido de defesa junto ao órgão regulador e informamos que amostras do referido lote do produto foram enviadas junto a laboratório credenciado. Tão logo a análise seja concluída estaremos submetendo o laudo à vossa apreciação”, afirma o comunicad

A ITC Cosméticos informou que não vai se manifestar. Já a Aguss e a G.A.M Cosméticos foram contatadas, mas não retornaram às ligações até o fechamento desta matéria.

 

Afiliada