GE
Saulo Duailibe

Saulo Duailibe

Circula nas redes sociais a receita de um médico piauiense, que prescreveu a uma paciente com anemia, que se consultou em uma clínica no município de São Raimundo Nonato, além de medicamentos para a doença, também receitou a sua paciente “diminuir o uso de celular”.

A atitude - inusitada - do médico chamou a atenção da paciente, que fez uma foto da sua receita, publicou na internet e viralizou entre os internautas, movimentando as redes sociais de usuários espalhados por todo Piauí.

A indicação do profissional da saúde faz relação com o uso indiscriminado de smartphones e outros dispositivos móveis ao caso de anemia da sua paciente, apesar de ainda não haver estudos científicos que comprovem tal ligação.

Um caso está tomando grandes proporções no interior do Maranhão, mais precisamente na cidade de Timon. Um jovem de 19 anos, que foi beneficiado com Liberdade Provisória e utiliza tornozeleira eletrônica de monitoramento.

Mas não foi isso que aconteceu, pois Ismael colocou a tornozeleira na namorada de 14 anos e foi curtir o Natal e festas de Fim de Ano.

Ismael foi preso no dia 8 de outubro de 2017, por roubo, mas vinha cumprindo liberdade provisória desde novembro.

A farsa de Ismael foi descoberta após ele postar fotos em redes sociais com a namorada de 14 anos em "baladas". Em uma das fotos, o detendo está com a adolescente e ainda segura uma garrafa de bebida alcoólica. Outra imagem mostra a menina com tornozeleira eletrônica.

A 2ª Promotoria Criminal já encaminhou o pedido de suspensão e revogação do benefício ao preso. Além da revogação, a promotoria quer a prisão imediata de Ismael.

Uma disputa por uma vaga de emprego terminou com a morte de uma jovem de 24 anos, no último sábado (13), em Santos, litoral de São Paulo. A vítima foi Érica Oliveira da Silva morta a facadas pela ex-amiga e vizinha - Angélica da Cruz.

De acordo com informações de Rafaela, irmã da vítima, Érica foi cercada pela família da rival e morta a facadas, em uma rua no bairro Monte Cabrão.

As autoridades investigam o caso e já fizeram o pedido de prisão preventiva dos suspeitos. Érica foi atacada quando voltava para casa por volta das 20h ao lado das irmãs: Débora Oliveira da Silva, 22 anos, Daniele Alves de Oliveira, 29 anos, e Rafaela Oliveira da Silva, 21 anos. "Angélica provocou minha irmã, que respondeu. Aí elas começaram a brigar. A gente estava perto, mas um pouco afastada. De repente o pai, o marido e o irmão mais novo da Angélica cercaram minha irmã. Então corremos para ajudar", contou Rafaela.

Confusão por causa do emprego
A irmã de Érica revelu que Angélica viveu na mesma casa que elas há cerca de 10 anos, quando dividiu o quarto com vítima. "Ela brigou com a família, foi expulsa de casa e minha mãe a acolheu. Ela viveu dois anos com a gente", disse.

Após Angélica se reconciliar com a família, voltou para casa dos pais e rompeu com os vizinhos. "Desde então ela começou a perseguir minha irmã." A última investida foi sobre o emprego de Érica, que há quatro anos trabalhava como assistente administrativa em uma empresa de comercialização de concreto.

Um dia antes do crime, Érica postou mensagem interpretada por Angélica como indireta "No dia 8 de janeiro, ela ela [Angélica] parou o chefe da minha irmã na rua, pediu que ele demitisse a Érica e a contratasse no lugar. Mas o chefe contou tudo pra minha irmã." Desde então, as discussões públicas ficaram sérias. No dia anterior ao crime,
Érica postou no Facebook uma mensagem interpretada por Angélica como uma indireta. "Está passando fome, meu bem? Me fala, que até cedo meu emprego pra você, já que está oferecendo até o corpo, que por sinal é um lixo. Aceita: quem nasceu para ser cachorro, morre latindo", escreveu. Rafaela confirma a postagem na rede social. "Aconteceu sim. Como ela ficou ofendendo a minha irmã, ela escreveu isso no Face porque estava com muita raiva. Mas isso não pode justificar um crime desse".

Uma barbárie foi revelada em um povoado da Califórnia (EUA), onde a polícia descobriu que 13 irmãos, com entre 29 e 2 anos, eram mantidos acorrentados, famintos e imersos na sujeira na casa de seus pais.

A polícia encontrou o local alertada por uma das vítimas, uma jovem de 17 anos, que conseguiu escapar da casa, nos arredores de Perris, a sudoeste de Los Angeles.

A adolescente telefonou para o serviço de emergência 911 de um celular que encontrou na residência.

A adolescente, que estava "magérrima" e parecia ter apenas dez anos, segundo a polícia, "afirmou que seus doze irmãos e irmãs eram mantidos em cativeiro na casa por seus pais, precisando que alguns estavam acorrentados".

Os policiais se dirigiram então para a residência de David Turpin e sua esposa, Louise, de 57 e 49 anos, onde encontraram várias pessoas acorrentadas a suas camas em meio a um cheiro terrível.

A princípio, a polícia pensou que se tratava de 12 menores, "desnutridos e muito sujos", mas depois percebeu que havia sete adultos, com entre 18 e 29 anos.

Seis das 13 vítimas (incluindo a adolescente que fugiu) eram menores, e a mais nova tinha apenas dois anos.

As autoridades fixaram uma fiança de $ 9 milhões de dólares para os pais, denunciados por tortura, cárcere privado e por colocar os filhos em risco.

Interrogados pela polícia, os pais não puderam "dar qualquer explicação razoável sobre por que motivo mantinham os filhos acorrentados".

As vítimas foram alimentadas e estão recebendo tratamento, enquanto os serviços de defesa da infância abriram uma investigação.

Kimberly Milligan, vizinha dos Turpin, disse ao jornal Los Angeles Times que muitas coisas eram estranhas "naquela família": as crianças "eram muito pálidas, tinham o olhar vazio e nunca saíam para brincar, apesar de serem numerosos".

"Acreditava que eles estudavam em casa", algo relativamente frequente nos Estados Unidos, acrescentou Milligan. "Sentíamos que havia algo estranho mas não queríamos pensar mal daquela gente.

Agora a vizinha se sente terrivelmente culpada: "Como é que ninguém viu nada"?

David Turpin aparece registrado no Diretório Escolar da Califórnia como diretor do colégio particular Sandcastle Day School, inaugurado em março de 2011, cujo endereço é o mesmo da residência dos Turpin.

A escola teria apenas seis estudantes, com entre 10 e 18 anos, em graus diferentes, segundo os últimos dados do departamento estadual de educação.

Os Turpin declararam falência no mesmo ano em que abriram a escola, com uma dívida acumulada de entre 100 mil e 500 mil dólares, revelam documentos judiciais citados pelo jornal The New York Times.

O jornal assinala que no momento David Turpin trabalhava como engenheiro para o grupo de defesa Northrop Grumman, com um salário anual de 140 mil dólares, enquanto Louise aparece como dona de casa.

Uma página do Facebook sob o nome de David-Louise Turpin traz uma foto dos dois no que parece ser uma cerimônia de casamento.

Louise Turpin está com um vestido branco, David aparece de terno e o casal é rodeado por 13 crianças ou jovens. As meninas, de cabelo longo e castanho, estão com o mesmo modelo de vestido púrpura com estampado escocês, excepto uma bebê, vestida de fúcsia. Os meninos aparecem todos como o mesmo corte de cabelo de David Turpin.

O casal aparece diante de um homem vestido como Elvis Presley segurando um microfone, como nas cerimônias de casamento "kitsch" de Las Vegas.

Outra foto, de abril de 2016, revela David e Louise Turpin rodeados de 13 jovens, todos sorridentes, com jeans e camisas vermelhas.

Em uma das fotos, a bebê está vestida com uma camiseta onde se pode ler: "Mamãe me ama".

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA), com o apoio da SEGEP e da Fundação Carlos Chagas, está realizando o novo concurso público n.º 001/2017, para provimento de 100 vagas em cargos de niveis médio/técnico e superior. As chances são para os cargos de Fiscal Estadual Agropecuário (Médico Veterinário, Engenheiro Agrônomo e Engenheiro Florestal), Técnico de Fiscalização Agropecuária ou Agronegócios e Auxiliar de Fiscalização Agropecuária.

Os futuros servidores contratados terão vencimentos iniciais de até R$ 4.400. Para inscrever-se o candidato deverá acessar o endereço eletrônico da FCC (www.concursosfcc.com.br), até dia 9 de fevereiro de 2018. Será cobrada taxa de inscrição nos seguintes valores:

- R$ 140, para os cargos de ensino superior.
- R$ 90, para os cargos de ensino médio.

As provas objetivas serão realizadas nas cidades de Balsas, Caxias, Imperatriz e São Luís, conforme opção indicada pelo candidato no Formulário de Inscrição, com previsão de aplicação para o dia 8 de abril de 2018. A confirmação da data e as informações sobre horários e locais serão divulgadas oportunamente, pelos meios de comunicação indicados no edital.

Os candidatos habilitados na prova objetiva para os cargos de Fiscal Estadual Agropecuário – Áreas: Médico Veterinário, Engenheiro Agrônomo e Engenheiro Florestal serão convocados para a entrega de títulos.

A validade do concurso será de dois anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez.

Uma fuga em massa foi registrada na delegacia da cidade de Minrizal, interior do Maranhão. Foram 16 presos que fugiram do Distrito Policial, na noite da última sexta-feira (12), por volta das 19h30.

Informações revelam que um dos fugitivos ainda teria roubado uma bicicleta que estava na porta da delegacia para fugir.

Os presos teriam rendido o carcereiro após "estourarem" um dos cadeados e o forçaram a abrir as celas. Eles ainda roubaram os pertences da vítima. O carcereiro estava indo levar água para os detentos.

As polícias Civil e Militar realizam buscas para recapturar os fugitivos.

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE - MG) divulgou as normas para a realização de seu grande concurso público, regido pelo edital n.º 07/2017, exclusivamente voltado para cargos da Educação. Organizado pela Fundação Mariana Resende Costa – FUMARC, o concurso oferece 16.000 vagas para profissionais de nível superior das carreiras de Especialista em Educação Básica e Professor de Educação Básica.

Quem for concorrer a uma das vagas de Especialista precisará ter uma das seguintes formações: diploma de curso de Licenciatura Plena em Pedagogia, com habilitação em Supervisão Pedagógica ou Orientação Educacional, ou diploma de Licenciatura Plena em Pedagogia, ou diploma de Licenciatura Plena em qualquer área, acrescido de certificado de pós-graduação em Supervisão Pedagógica ou Orientação Educacional.

Para as vagas de Professor, o candidato deverá comprovar a habilitação na área docente pretendida. As chances no magistério são para as disciplinas de Arte/Artes, Biologia/Ciências, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, , Língua Estrangeira Moderna – Inglês, Língua Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia.

Para todos os cargos, o vencimento básico inicial será de R$ 2.135,64, por jornada de até 24 horas semanais, lembrando que esses futuros servidores ingressarão subordinados ao Regime Jurídico Estatutário. Em atendimento à legislação, dentro desse total de vagas oferecidas está prevista a reserva para as pessoas com deficiência, observada a exigência de compatibilidade entre a deficiência e as atribuições do cargo.

Inscrição
Interessados deverão efetuar sua inscrição pela internet, no endereço eletrônico www.fumarc.com.br, tendo início às 9 horas do dia 26 de fevereiro e término às 23h59 do dia 8 de março de 2018.

Será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 70,00 e os candidatos que forem solicitar isenção desse valor deverão ler atentamente as condições.

Provas SEE - MG
A forma de avaliação dos candidatos dar-se-á por meio de prova objetiva, prevista para 8 de abril de 2018, nas cidades sedes das SRE listadas no edital. O exame escrito terá 60 questões sobre Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Didático-pedagógicos e Conhecimentos Específicos, e a segunda etapa do processo será a prova de títulos, os quais deverão ser entregues no dia de realização das provas objetivas.

Este concurso público terá validade de dois anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Pública.

Edital e atualizações: http://www.fumarc.com.br/concursos/detalhe/concurso-publico-educador-e-professor-de-educacao-basica/113

Uma ação da Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia Regional de Pinheiro com apoio da Superintendência de Polícia Civil do Interior - SPCI, prendeu em Pinheiro um homem suspeito de ter atirado em um turista durante tentativa de latrocínio.

A vítima é de nacionalidade portuguesa e estava visitando, no último dia 7, o Maranhão pela quarta vez. Marcos Vinicius Silva Lima, mais conhecido como "Moita", de 27 anos, teria atirado em Carlos Manoel, que ficou paraplégico.

Carlos estava na companhia de outras três pessoas no momento do crime. Eles fizeram o reconhecimento fotográfico do autor do disparo, na Delegacia Regional de Pinheiro.

Marcos Moita já esteve preso por outros delitos e estava em liberdade provisória.

A empresa Goop, de Gwyneth Paltrow, não se cansa de lançar ideias pouco convencionais para “melhorar” certos aspectos da saúde. No ano passado, ela sugeriu que as mulheres colocassem ovos de jade na vagina para aprimorar a vida sexual e agora, um ano depois, a última da empresa é aconselhar que se use um enema caseiro com café.

Não, você não leu errado. Para quem não sabe, o enema é um procedimento usado por médicos para realizar a limpeza do cólon, reto e intestinos e no Brasil é conhecido popularmente como xuca. A ação consiste em introduzir um medicamento ou água limpa no ânus e é indicada apenas para casos extremos.

No entanto, Gwyneth resolveu ir além sugerindo que se coloque café no enema realizando, inclusive, a venda desses desse produto com valores que chegam a 125 dólares (cerca de R$ 403). A questão é que não há nenhuma evidência comprovada sobre a eficácia da prática e a maioria dos médicos a condenam.

O fabricante afirma que o procedimento ajuda a aliviar a depressão, tensão nervosa, sintomas de alergia e dor severa, mas tudo isso é desmentido por profissionais da saúde. O enema por si só já não é indicado e deve ser realizado apenas como “último recurso” e se usado com frequência, pode causar desidratação e insuficiência renal.

O gastroenterologista inglês Ars Technica descreve o enema com café como um “triunfo da ignorância sobre a ciência” e a Forbes publicou uma matéria que relaciona seu uso a lesões como perfuração retal, queimaduras retais e septicemia.

O primeiro clássico de 2018 terminou empatado em 1 x 1, no Estádio Nhozinho Santos, em São Luís. Maranhão Atlético Clube e Moto Club realizaram o Maremoto na tarde do último sábado (13). Os gols foram marcados por Jefferson Araújo (Moto) e Eloir (MAC).

O Moto Club abriu o placar com Jefferson aos 13 minutos do primeiro tempo. O atacante sofreu pênalti que ele mesmo cobrou e marcou.

O Maranhão Atlético empatou aos 20 minutos do segundo tempo com Eloir. Curuca cobrou falta e o meia marcou de cabeça. Já na parte final do clássico o zagueiro Wanderson foi expulso, deixando o Papão com um a menos em campo.

Ficha técnica
MAC: Fábio; Lesson (Patrick), Anderson Alagoano (Juninho), Lucas e Luis Fernando (Rômulo Ferreira); Sandro Bacabal, Curuca, Eloir e Válber (Andrezinho); Cris (Fábio Lopes) e Emerson (Edcarlos). Téc Meinha.

Moto: Rodrigo Ramos; Diego Renan, Wanderson (expulso), Betão e Guilherme (Pedro Júnior/ Sílvio); Rafael Santos, Jailson (Wesley), Bruno Menezes e André Mensalão (Everlan); Ricardo Maranhão (Sharllison) e Jefferson Araújo (Robinho). Téc Marcinho Guerreiro.

Página 1 de 76
Afiliada