Morre o professor Sérgio Figueiredo Ferretti

Posted On Quarta, 23 Maio 2018 16:13 | Da redação
Morre o professor Sérgio Figueiredo Ferretti Ilustração: Dupla Criação

O professor Sergio Ferretti morreu nesta quarta-feira (23), depois de mais de 15 dias internado na UTI do Hospital São Domingos, aonde chegou a passar por uma cirurgia.

O antropólogo, com mais de 50 anos dedicado a docência, principalmente, na Universidade Federal do Maranhão, estudava os costumes, as crenças e as festas populares do país. Uma das maiores autoridades do mundo em religiosidade de matriz africana, deixa vasta literatura sobre o tema.

Na UFMA, foi professor de um grande grupo de intelectuais e profissionais que vem demonstrando nas redes sociais, o apreço e o respeito conquistado pelo mestre em tantos anos de dedicação a formação dos acadêmicos maranhenses.

O corpo está sendo velado na Pax União da Rua Grande e o enterro será nesta quinta-feira (24), no Cemitério Parque da Saudade, no Vinhais.

O historiador Henrique Borralho escreveu:

“Meu mestre Sérgio Figueiredo Ferreti partiu nessa manhã. Minha mais sincera e singela homenagem ao meu professor, instrutor e um dos mais importantes antropólogos do Brasil. Sua contribuição às questões das raízes de matriz africana, às questões religiosas no Brasil, ao combate ao preconceito e racismo são incomensuráveis. Sua passagem pela terra não foi em vão, nos ajudou a desmitificar a relação entre os dois continentes: América e África, o continente origem de tudo. Vá em paz Ferreti, e que sejas recebido com festa e alegria, porque nesse plano terreno tua vida foi um exemplo de dedicação. AXÉ”.

A jornalista Flávia Regina também fez questão de lembrar o mestre:

“Obrigada, Sérgio Ferretti, pela enorme contribuição ao estudo e ao respeito à rica herança africana deixada pelos nossos antepassados no Maranhão. Ficas imortalizado aqui em tuas obras. Vá em paz!”.

Ou ainda a caricatura feita pela Dupla Criação (Beto Nicácio e iramir Araujo), que ilustra esta publicação e que circula pelas redes sociais, em homenagem ao mestre.

Um acadêmico brilhante

Sergio Figueiredo Ferretti era graduado em Museologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e em História, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); especializado em Economia do Desenvolvimento e Sociologia do Desenvolvimento pela Université Catholique de Louvain (UCL, Bélgica); tinha mestrado em Antropologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e doutorado em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (USP).

Afiliada