agora tem segurança

"Ele escapuliu", diz mãe acusada de ter jogado o próprio filho de ponte

Posted On Domingo, 18 Março 2018 17:39 | Redação
"Ele escapuliu", diz mãe acusada de ter jogado o próprio filho de ponte Marcos Leite

Um bebê de aproximadamente sete meses de vida foi jogado, na tarde deste domingo, 18, da ponte José Sarney, no bairro São Francisco. Carla Regina Bezerra Mendes Pereira, mãe da criança, é acusada de ter arremessado o filho.

Os policiais militares soldados Herbet e Pestana, do Batalhão Tiradentes, foram os grandes heróis que conseguiram resgatar a criança, ao voltar de um jogo de futebol na Praia de São Marcos, na Avenida Litorânea.

“A criança já estava apenas com a cabeça pra fora da lama, que estava dando na altura da nossa cintura. Felizmente conseguimos salva-lo e ele está vivo, está bem”, destaca o soldado Pestana.

O bebê recebeu os primeiros socorros ainda na ambulância do SAMU e lavado, inicialmente, para o Hospital Socorrão I. Em seguida, transferido para a Hospital Juvêncio Matos, onde já passou por vários exames e detectado uma pequena lesão na cabeça. A criança, que ainda não tem registro de nascimento, segue internada para mais exames e sob observação médica.

A mãe do menino tem 20 anos e mora no bairro Laranjal, em Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís. Ela alega sofrer de problemas psicológicos e nega ter jogado o filho da ponte. "Ele escapuliu da minha mão", relata Carla Regina, que chora e pede perdão ao filho.

Na delegacia Carla tem uma denúncia de estupro, registrada em janeiro deste ano, e ainda um outro boletim de ocorrência, registrado em 2016, no qual ela consta como vítima de abandono de incapaz.

O delegado que investiga o caso, Ranilso Moura, disse que Carla Regina será autuada em flagrante por tentativa de homicídio e que, por aparentar ter problemas psicológicos, ela será submetida a exames e, possivelmente, encaminhada a internação compulsória em clínica especializada. Mas o caso segue ainda em investigação policial.

Afiliada