terça-feira, 28 de junho de 2022

G10 Editora

Observatório de Favelas lança mapa cultural de seis comunidades do Rio

Os moradores de seis comunidades cariocas já podem contar com um mapa interativo e colaborativo com informações sobre locais que desenvolvem práticas culturais e ficam perto de suas casas. O Guia Cultural de Favelas foi lançado na noite de sexta-feira (29) pela organização não governamental (ONG) Observatório de Favelas, em sua sede no Complexo da Maré, na zona norte da cidade, e já tem 26 pontos culturais disponíveis.

O guia foi desenvolvido por 40 jovens com formação cultural pelo projeto Solos Culturais, também do Observatório de Favelas. De 2012 a 2013, 120 jovens desse projeto visitaram cerca de 500 pontos culturais. Com o projeto do guia, durante seis meses, os jovens voltaram aos locais para produzir conteúdo multimídia do mapa nos complexos da Maré e do Alemão, em Manguinhos, na Penha, na Cidade de Deus e na Rocinha.

De acordo com o coordenador do projeto, Gilberto Vieira, o mapa é mais do que um itinerário cultural, porque dá visibilidade a produtores e artistas que atuam dentro das comunidades. “Nossa intenção não é fazer um itinerário de práticas legais de cultura na favela. Claro que isso pode acontecer, porque vai ter muita coisa bacana para fazer na cidade, mas o melhor é justamente empoderar os produtores culturais das favelas, para que eles se reconheçam como prática cultural importante, e para aqueles que colocam ali um ponto cultural no mapa da cidade.”

O objetivo do mapa é estender a iniciativa para além das seis comunidades disponíveis no guia. Por ser colaborativo, produtores, iniciativas, coletivos e artistas de outras favelas podem incluir seus projetos e suas práticas culturais no guia. “O mais legal do mapa é que ele é colaborativo. Nosso objetivo agora é conseguir financiar a visibilidade do guia e incitar a colaboração. Na função ‘colabore’ do site, qualquer produtor cultural, artista, iniciativa, coletivo, pode clicar nesse botão, preencher uma ficha, selecionar o ponto no mapa e descrever sua prática. Isso vai ser modelado para virar um ponto no guia”, disse Vieira.

A iniciativa integra o Programa Favela Criativa, uma parceria entre o Poder Público e a iniciativa privada que contempla um conjunto de projetos destinados a dar formação artística a jovens agentes culturais. O mapa com os pontos culturais das seis comunidades está disponível no sitewww.guiaculturaldefavelas.org.br.

– Publicidade –

Outros destaques