sexta-feira, 19 de julho de 2024

Inmeq apreende mais de 300 brinquedos em SL

Em quatro dias de fiscalização, mais de 300 brinquedos que estavam sendo vendidos, sem o selo do Inmetro, no comércio do Centro de São Luís, foram aprendidos pelo Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq). A ação faz parte da Operação Especial de Natal, deflagrada no período de 9 a 12 de dezembro.

 

Bonecas, ioiô, carrinhos, peões e até armas de brinquedo com laser estão entre os produtos apreendidos pelo Inmeq durante a operação. São produtos fabricados com material que oferece risco às crianças, contendo peças pequenas como molas, parafusos, cordinhas e outros. “No caso das armas com laser, há o risco até de queima de retina dos olhos”, adverte o chefe da Divisão de Qualidade do Inmeq, Ludimar Vieira.

 

O selo do Inmetro em brinquedos é uma exigência legal e atesta que o produto passou por teste de qualidade e segurança e, portanto, não oferece risco às crianças.  “Ao longo do ano, encontramos ainda muitos brinquedos em não conformidade com as determinações do Inmetro. São produtos que não passaram por nenhum teste de qualidade. São frágeis e quebram com muita facilidade, deixando peças pequenas que podem causar acidentes às crianças”, adverte Vieira.

 

Além de brinquedos, também entraram na lista de produtos fiscalizados durante a operação, as luzes de Natal como os piscas-piscas e mangueiras natalinas.

 

O Inmeq atuou com duas equipes de fiscalização composta por dois fiscais, cada. De acordo com os fiscais, não foram encontradas irregularidades nas luzes de Natal, ao contrário de anos anteriores. Por enquanto, os brinquedos permanecem na lista de produtos irregulares.   

– Publicidade –

Outros destaques