sexta-feira, 9 de dezembro de 2022

Para não ser presa, mulher engole crack e morre

Rosemary Pereira Lindoso, de 30 anos, teve convulsões e acabou morrendo de overdose.

 

Uma mulher morreu na tarde desta quinta-feira (15), no bairro do São Francisco, em São Luís, após engolir pedras de crack para evitar a própria prisão. Rosemary Pereira Lindoso, de 30 anos, teve convulsões e acabou morrendo de overdose.

 

De acordo com informações do delegado adjunto do 9º Distrito Policial da Capital, Almir Macedo, quando foi presa, Rosemary Pereira chegou a colocar a droga que estava em sua posse na boca. No momento, policiais que fizeram parte da operação conseguiram fazer com que a suspeita de tráfico de drogas vomitasse parte do entorpecente. Ela mastigou o restante do produto que continuou em sua boca.

 

Ao chegar ao 9º Departamento Policial, a suspeita começou a ter convulsões e passou mal. Ela foi levada para o Socorrinho, unidade de saúde também localizada no bairro do São Francisco, mas veio a óbito.

 

Outras prisões

 

Conforme informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), a prisão de Rosemary Pereira fez parte de uma operação desenvolvida pelo 9º Distrito Policial, em parceria com a Superintendência de Policial Civil da Capital (SPCC) e o Serviço de Inteligência da Polícia Militar (SI).

 

Além da prisão da suspeita, outras duas prisões foram realizadas durante a ação. No início da tarde de hoje, um homem identificado como Valdenilson Frazão dos Santos, de 29 anos, foi preso suspeito de praticar assaltos nas proximidades do Hospital UDI, no bairro Jaracati.

 

Na mesma operação, também foi preso Luan Ferreira de Sousa, o marido da suposta traficante que morreu após engolir crack. Além de ser suspeito de homicídios na região do São Francisco, ele já foi preso em outra ocasião por tráfico e assalto. 

– Publicidade –

Outros destaques