terça-feira, 17 março, 2020
Início Colunista Carlos Nina Parceria pela educação

Parceria pela educação

O Instituto Beneficente Áurea Faria – IBAF – inaugura nesta sexta-feira (13 de dezembro de 2019) as novas instalações da Escola Prof. Luiz Pinho Rodrigues, no bairro da Divineia, em São Luís, onde atende a trezentas crianças. Com as novas instalações em mil e duzentos metros de área construída, os alunos terão um Laboratório de Informática, ampla biblioteca, auditório, refeitório e sala para atendimento odontológico, além de quadra poliesportiva, já inaugurada e usada pelos alunos e onde tem sido realizado anualmente, desde 2018, no mês de junho, o Torneio Infantil de Futsal Dia de Portugal, em parceria com o Grêmio Lítero Recreativo Português.

As novas instalações oferecerão melhores condições para que o corpo administrativo e docente da Escola desempenhe suas atividades, com repercussão que vai além do quantitativo do Corpo Discente, alcançando as famílias das crianças e naturalmente a comunidade local.

Fundado em 03 de agosto de 1996, com a finalidade, dentre outras, de “oferecer oportunidades, meios e condições para a educação de base, habilitação profissional, recreação, arte, melhoria dos padrões culturais e ascensão social” (Art. 3º, II, do Estatuto do IBAF), o Instituto tem cumprido seus objetivos, apesar dos limites que as dificuldades financeiras lhes impuseram, superando-as com o apoio da comunidade lusitana e de brasileiros sensíveis às finalidades do IBAF.

Destaca-se nesse apoio, desde as origens do Instituto, a Sociedade Humanitária 1º de Dezembro, que, acompanhando o êxito do trabalho realizado pelo IBAF, resolveu, por deliberação de seu órgão colegiado competente, viabilizar a expansão da atuação do Instituto, numa parceria que causará relevante impacto na comunidade, porque é investimento dirigido a área estratégica fundamental para enfrentar e vencer um dos grandes males do País, que é o caos na educação, notadamente na educação básica.

Registre-se que o Município de São Luís, além de ter contribuído com os móveis para as novas instalações, tem assumido o encargo do quadro de professores e parte dos servidores. Mas foi graças a recursos provindos da Sociedade Humanitária 1º de Dezembro que foram construídas as novas instalações da Escola.

A opção pela construção da escola para incrementar aquilo que o Instituto já oferecia resultou da avaliação conjunta do presidente do IBAF, Dr. Manuel Faria, e dos dirigentes da Sociedade Humanitária, Dr. José Maria Alves da Silva, presidente da Diretoria Executiva, e Dr. Abraão Freitas Valinhas Júnior, presidente do Conselho de Administração. Estão eles de parabéns pela atuação de ambas as instituições. Também é destinatária de felicitações a comunidade da Divineia, onde o IBAF nasceu, manteve-se, resistiu e desenvolveu-se.

Enfim, a sociedade como um todo tem sido e será mais ainda beneficiada, pela natureza e grandeza da obra que o Instituto Beneficente Áurea Faria tem realizado, voltada para a educação básica.

Essa parceria, inclusive pelo apoio que o Município continuará a dar, é um diferencial que se contrapõe às associações feitas para saquear os cofres públicos. Resulta de iniciativas privadas, que, pela credibilidade das instituições envolvidas, mereceram do Município o apoio que o Poder Público deve dar às ações que visam a melhorar a qualidade de vida da comunidade.

*Advogado. E-mail: carlos.nina@yahoo.com.br

Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

- Publicidade -