sábado, 26 de novembro de 2022

Polícia prende 6 integrantes de facção criminosa na região do Munin

A Região do Munim foi alvo de uma operação entre a Polícia Civil e Polícia Militar do Maranhão deflagrada com o objetivo de repreender atos criminosos praticados por integrantes de facções criminosas que atuam nas cidades Cachoeira Grande e Presidente Juscelino. A força-tarefa, titulada como “Operação Peloponeso”, tem como base investigações que apuram dois homicídios e seis tentativas de homicídios ocorridos na cidade de Presidente Juscelino, em 18 de julho de 2021.

Policiais civis e militares, saíram às ruas das cidades alvos com o objetivo cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão contra integrantes de organizações criminosas rivais que vem cometendo inúmeros crimes na intenção de ampliar suas áreas de atuação criminosa. A operação policial visa coletar elementos informativos que auxiliem na elucidação de diversos crimes de homicídios e roubos.

Como resultado da operação, os policiais conseguiram prender em flagrante cinco indivíduos e um através de mandado de prisão, totalizando seis prisões. Os presos devem responder por tráfico de drogas, organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo. Além disso, foram apreendidas três armas de fogo, uma quantidade expressiva de maconha e dinheiro em espécie. O adolescente infrator também foi apreendido.

Na ocasião, os investigadores ainda localizaram várias camisas da Polícia Civil do Maranhão e balaclavas que segundo as investigações, eram usadas pelo bando para cometer crimes na região. As investigações apontam também que as camisas foram confeccionadas a mando dos criminosos.

A ação policial contou com as participações de policiais civis da 1ª Delegacia Regional de Rosário, com apoio da SPCI, SPCC, SHPP, SENARC e SECCOR, e das Delegacias Regionais de Itapecuru-Mirim, Barreirinhas e Chapadinha em conjunto com a Polícia Militar, através do 27º Batalhão/GSA e Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos (DIAE).

A operação policial foi denominada como “Peloponeso” em referência a batalha existente entre as cidades gregas de Esparta e Atenas, que procuram através de lutas armadas ampliar seus domínios territoriais e econômicos.

– Publicidade –

Outros destaques