sábado, 20 de julho de 2024

Polícia prende suspeito de sequestrar, assaltar e colocar faca no pescoço de motorista de app

Uma força-tarefa batizada de “Operação APP”, foi deflagrada pela Polícia Civil do Maranhão, nas primeiras hora da manhã desta terça-feira(1º), resultando no cumprimento de seis mandados de busca e apreensão contra integrantes de um grupo criminoso atuante no roubo contra motoristas de aplicativo, na capital maranhense. A investigação e ação de cumprir tais mandados foram coordenadas pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV/SPCC).

Com a missão de cumprir os mandados de busca e apreensão e de prisões preventiva, equipes da Polícia Civil saíram às ruas da capital e de Paço Lumiar, Região Metropolitana de São Luís, com o foco voltado para os bairros do João de Deus e Vila Bob Kennedy.

No Bairro João de Deus, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em endereços relacionados a associação criminosa composta por quatro indivíduos que, no dia 18 de julho, praticaram um roubo contra um motorista de aplicativo, na avenida Santos Dumont. No mesmo bairro, foi dado cumprimento a um mandado de prisão preventiva contra um dos suspeito de participação no crime.

Na ocasião, os criminosos apontaram duas facas no pescoço no motorista, que foi obrigado a parar e, em seguida, colocado no porta-malas. Ao perceberem que estavam sendo filmados, os criminosos abandonaram o motorista e veículo em uma via pública.

Segundo com a investigação, o preso desta terça, seria o criminoso que aparece nas imagens internas do veículo, dirigindo o automóvel e que passa a receber outros integrantes da quadrilha, para cometer assaltos. Outros dois investigados já estão identificados e com prisões decretadas pelo Poder Judiciário após representação da DRFV.

Já na Vila Bob Kennedy, em Paço do Lumiar, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva contra um casal investigado de cometer um roubo contra um motorista de aplicativo ocorrido no dia 29 de abril deste ano, ocasião em que a vítima foi mantida em cárcere privado por cerca de quatro horas.

Um terceiro investigado não foi localizado, e já está com prisão decreta. As diligências continuarão sendo realizadas pela DRFV com intuito de localizar a efetuar a prisão. A “Operação App” contou com apoio de policiais civis de outras unidades, como o ,13º DP, 12º DP, DRF, Seccionais Leste, Norte e Oeste.
Vale lembrar que, na última segunda-feira(31), a Polícia Civil do Maranhão, deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra um homem, suspeito por praticar diversos crimes de roubo com emprego de arma de fogo na região do polo Coroadinho, em São Luís.

Dados da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), apontam que, de maio a julho de 2023, cerca de 11 pessoas foram presas por envolvimento em crimes praticados contra motoristas de aplicativos em São Luís e Região Metropolitana.

– Publicidade –

Outros destaques