Policias prendem condutores embriagados e retém veículos durante Operação Lei Seca


Durante a Operação Lei Seca-Vida no Trânsito foram efetuadas a prisão de sete condutores embriagados, autuação de 17 pessoas não habilitadas e recolhimento de 38 veículos nas blitzens realizadas, na noite de sexta (15) e madrugada de sábado(16) e na tarde de domingo (17). A operação foi uma parceira da Secretaria de Estado de Segurança Pública com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Instituto de Criminalística e Medicina Legal do Maranhão (Icrim), Polícia Militar do Maranhão (PMMA/CPRVind), Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) e a Polícia Civil.

A operação aconteceu nas Avenidas Daniel de La Touche, no Cohajap e na São Luís Rei de França, no Turú. Nesta última, vários condutores relataram estarem retornando da praia,ambiente comumente frequentado por quem também faz uso de bebidas alcoólicas,mas que tem preferido não misturar bebida e direção. É o que diz o condutor Cássio Carvalho, supervisor de vendas, ele foi abordado na blitz, zerou o teste do etilômetro e confirmou testemunhar a mudança de comportamento: ?Eu estava na praia e encontrei muita gente que decidiu não beber por causa da Operação Lei Seca?, disse.

?As operações da Lei Seca vão continuar. Infelizmente a cada final de semana ainda existem motoristas e motociclistas que abusam e insistem em beber e dirigir. Estamos trabalhando para tirar das ruas condutores que colocam em risco a sua vida e de toda a população?, enfatizou o diretor Geral do Detran-MA, André Campos.

?Essa operação demonstra o empenho do Estado em trabalhar a segurança pública e tem mostrado bons resultados. Até agora, em menos de um mês de operação já foram 20 pessoas presas por beber e dirigir e portar CNH falsa?, destacou o secretário de Segurança Pública, Marcos José de Moraes Affonso Junior.

Resultados

A gerente de loja,Arlene Pacheco, outra condutora que também zerou o teste do etilômetro, aprovou a operação, mas acredita que ela deve permanecer por bastante tempo para conscientizar a população. ?Operações como essa são necessárias para a segurança de todos, não só para quem está no volante, como para o pedestre. Eu estava na praia e vi muita gente consumindo bebida alcoólica, a maioria ainda não abandonou o hábito de beber e dirigir, precisa ser conscientizada mesmo, é uma questão de educação?, ressaltou Arlene.

Durante as duas operações foram abordadas 433 veículos e 641 pessoas. Foram realizados pelos policiais militares mais de 40 testes de etilômetro (conhecido como bafômetro),dos quais sete resultaram em crime, sendo os condutores autuados em fragrante e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

Houve ainda 22 condutores que foram notificados com auto de infração por dirigirem sob efeito de álcool (infração), 17 condutores foram autuados por dirigirem sem habilitação e 148 penalizados com multa e perda de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), por cometerem infrações diversas ao volante como dirigir  sem documentação do veículo (licenciamento), vidros com película fumê acima do permitido e, ainda, por estarem com farol xênon, que é proibida pelo Código de Trânsito Brasileiro.