domingo, 25 de setembro de 2022

Prefeitura e Estado se reúnem para reforçarem a segurança nos ônibus

As secretarias municipais de Segurança com Cidadania (Semusc) e de Trânsito e Transportes (SMTT) se reuniram, nesta quinta-feira (19), com representantes da segurança pública do Estado para debaterem medidas de reforço à segurança dos usuários do transporte coletivo de São Luís. “Os casos de violência no transporte público tem causado grande preocupação e, o reforço das ações de segurança certamente trará mais tranquilidade aos trabalhadores e passageiros”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

Nos últimos dias os casos de violência extrema colocam medo na população, principalmente que em três assaltos, duas pessoas morreram e uma foi escaqueada.

Leia mais:

Assista ao vídeo! Mais um caso de violência com vítima aconteceu dentro do coletivo na tarde de hoje

Homens que assaltaram ônibus, onde mulher morreu ao tentar fugir, são presos

Assista! Motorista de ônibus é esfaqueado por assaltante, na Avenida Guajajaras

Na reunião, que aconteceu na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), ficou acordado a integração dos sistemas de todas as forças de segurança do Município e do Estado e o aumento do contingente de policiais, guardas municipais e viaturas nas ruas e avenidas da capital. “A determinação do prefeito Eduardo Braide é conter a onda de violência e, por isso, estamos dobrando o efetivo de guardas municipais nos cinco terminais de integração da cidade”, anunciou o secretário Marcos Affonso.

Já o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Diego Baluz, garantiu o apoio do Centro de Controle de Operações (CCO) para reforçar as operações e o monitoramento das linhas de ônibus que circulam na cidade. “Além de colocar o nosso sistema à disposição das forças de segurança, solicitamos reforços da Polícia Militar dentro dos Terminais de São Luís para auxiliar o efetivo dobrado da Guarda Municipal no combate à criminalidade”, disse o titular da SMTT.

Outras medidas

Como parte do conjunto de ações que serão desencadeadas, foi acordado, ainda, que a SMTT informará às polícias Civil e Militar as rotas de ônibus com maior número de assaltos.

À Polícia Militar caberá intensificar o patrulhamento e as operações de fiscalização nos ônibus em locais mapeados.

Já a Polícia Civil irá atuar com rigor na apuração e elucidação dos casos ocorridos.

Ações da Prefeitura

Entre as medidas já adotadas pela gestão do prefeito Eduardo Braide, está a presença, desde setembro de 2021, da Guarda Municipal de São Luís (GMSL), que ocupa, durante 24h, os cinco terminais de integração da capital maranhense. São eles: Praia Grande, Cohama, Cohab/Cohatrac, São Cristóvão e Distrito Industrial.

Com patrulhamentos motorizados e feitos a pé, os guardas municipais percorrem as plataformas, observando movimentações suspeitas dentro e fora dos ônibus. Os motociclistas da corporação patrulham a parte interna e também a parte externa, principalmente em horários considerados mais críticos, como o final da tarde e o período noturno, quando é maior a incidência de assaltos a ônibus. As guarnições trabalham em colaboração com a Polícia Militar do Maranhão (PMMA), que reforça as rondas também no entorno. “Os guardas municipais fazem rondas e, quando necessário, fazem abordagens. Para aumentar a segurança, estamos reforçando, por orientação do prefeito Eduardo Braide, as ações com as equipes do motopatrulhamento da nossa instituição”, explicou o comandante da GMSL, Reginaldo Cosmo Sampaio.

Entre as principais ocorrências registradas pela GMPSL nos terminais de integração da capital estão a apreensão de arma branca, condução de pessoas alcoolizadas e suspeitas de assaltos às autoridades competentes.

Participaram da reunião, o secretário de Segurança Pública do Estado, coronel Sílvio Leite; o delegado-geral da Polícia Civil, Jair Paiva; o subcomandante-geral da Polícia Militar, coronel Aritanã Lisboa, entre outros membros da cúpula das polícias.

– Publicidade –

Outros destaques