domingo, 2 de outubro de 2022

Prefeitura lança o programa Escola Sustentável na Semana do Meio Ambiente

O prefeito Eduardo Braide lançou, no auditório Armando Gaspar, no Multicenter Sebrae (Jaracati), o programa “Escola Sustentável”, que faz parte da programação oficial da Semana Municipal do Meio Ambiente.

A ação tem como objetivo estimular políticas e práticas que visem o desenvolvimento sustentável e a preservação do meio ambiente nas escolas públicas e privadas de São Luís, e será executada pelas secretarias municipais de Meio Ambiente (Semmam) e de Educação (Semed). O programa foi instituído pela Lei nº. 6.945/2021, fruto dos esforços da gestão municipal e demonstra o compromisso do Executivo Municipal com as práticas de sustentabilidade na rede municipal de ensino. “Queremos preparar nossas futuras gerações para que cuidem do meio ambiente de forma consciente e, assim, envolvermos também as famílias destes alunos criando um ciclo benéfico para nossa cidade e para o mundo. A gente sabe que a educação começa em casa, mas também na escola e por isso nós enviamos um projeto de lei à Câmara de Vereadores que o aprovou, por unanimidade. Trata-se de um projeto que vem para trazer educação e conscientização ambiental”, explicou o prefeito Eduardo Braide.

A secretária de Meio de Ambiente (Semmam), Karla Lima, explicou um pouco mais sobre a iniciativa. “Na Semana Municipal do Meio Ambiente, estamos lançando o programa Escola Sustentável em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação e queremos estimular as boas práticas sustentáveis dentro das escolas, tanto públicas quanto privadas, e as escolas que se adequarem, vão receber o Selo Escola Sustentável, e é dessa forma, que conseguimos mudar as atitudes”, disse a secretária.

Representando a Secretaria Municipal de Educação, a bióloga, professora e membro do Núcleo de Educação Ambiental do Município, Karine Figueiredo, mostrou todo o trabalho ambiental dentro do ambiente escolar, como prática importante na Educação Ambiental, desde a criação de hortas, a coleta, reciclagem e todas as práticas que melhoram e contribuem para uma sociedade melhor e mais consciente. “É muita alegria estar aqui porque é um marco. Essa gestão nos brinda com esta lei, com esta ação que vai motivar cada vez mais os nossos professores, os nossos estudantes e os nossos gestores, todos no chão da escola, porque a educação ambiental é isso. São os valores que são colocados à disposição para gente exercer o nosso verdadeiro papel de cidadão”, disse Karine Figueiredo.

O evento contou com a presença de profissionais da rede municipal de ensino, como a diretora Meire Bogéa, da Escola Menino Jesus de Praga, localizada no Planalto Vinhais II, que falou das práticas sustentáveis que tem adotado dentro da unidade que gerencia. “Tornar a escola um ambiente sustentável é o desejo de todos nós e esse evento reforça essa boa prática. Em 2014 iniciamos um projeto sustentável através do jardim da nossa escola. Este ano de 2022, com o retorno das aulas presenciais, nós já começamos a trabalhar as questões sustentáveis no 5° ano e teremos ações durante todo o mês de junho”, disse a diretora Meire Bogéa que já tem mais de 30 anos de carreira acadêmica.

Estiveram presentes ao evento os secretários Saulo Santos (Setur), Bruno Costa (Semurh), Simão Cirineu (Seplan), David Col Debella (Semosp), Thiago Trindade (adjunto Semosp), Diego Rodrigues (Semad), Nirvana Anchieta (Semsa) e o comandante da Guarda Municipal, Reginaldo Sampaio (Semusc). O vereador Marlon Botão (PSB) também marcou presença.

– Publicidade –

Outros destaques