terça-feira, 31 de janeiro de 2023

Preso o último suspeito de participar de grupo criminoso que dava golpe via Whatsapp

Na tarde desta terça-feira (24), uma operação da Polícia Civil do Estado do Maranhão conseguiu prender mais um membro do grupo criminoso suspeito de praticar crimes via Whatsapp. Rudson Januário Serra foi capturado no condomínio Ecospace II, no bairro do Anil, em São Luís.

Rudson era o último dos envolvidos que ainda não tinha sido preso. O grupo liderado por Leonel Silva Pires Júnior é suspeito de fazer clonagem de chips de políticos do Poder Legislativo e Executivo em âmbito nacional com a utilização do aplicativo. Entre as vítimas confirmadas estão a Governadora do Paraná, o deputado estadual Adriano Sarney e Ministros de Estados do Governo Federal.

Atualmente, além de Rudson, outras sete pessoas estão presas por participar do grupo: Leonel Silva Pires Júnior, Erick Raphael Reis Teixeira, vulgo Civi; Ivanilde Nogueira Amaral; Eloah Christina Araújo Machado; Marksuel Pereira de Sousa; Ana Lúcia Miranda Rocha; e Thatielle Cristina Cordeiro Silva. Além dos que já foram presos outras pessoas foram identificadas e indiciadas por participação na mesma quadrilha.

Rudson Januário Serra foi levado para a sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), no Bairro de Fátima, onde cumpriu as formalidades legais. Após a finalização, o suspeito deve ser encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas onde permanecerá a disposição da Justiça.

– Publicidade –

Outros destaques