terça-feira, 16 de julho de 2024

Professora morre atropelada na BR-316, em Bom Jardim

Um acidente deixou uma pessoa morta na tarde dessa segunda-feira (2), no povoado Zé Bueira, em Bom Jardim. Uma professora identificada como Antônia Natana Araújo, de 30 anos, morreu após descer de um veículo e ser atropelada por uma carreta, no Km 235 da BR-316.

 

A 18ª Superintendência de Polícia Rodoviária Federal informou, por meio de seu relatório de ocorrências dessa segunda, que Natana estava em um veículo Chevrolet Celta de placa NXO-0587, na companhia de outras quatro pessoas, que não tiveram o estado de saúde revelado.

 

Os moradores da área, revoltados com a fatalidade e o alto número de tragédias automobilísticas, decidiram bloquear a via.  A interdição se estendeu das 18h às 21h. A manifestação comprometeu a passagem de veículos no trecho da rodovia. O protesto teve três horas de duração, segundo os policiais rodoviários que atenderam a ocorrência.

 

Outro acidente

 

Um acidente fatal também foi registrado nessa segunda, ainda conforme informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal). Em Colinas, No Km 413 da BR-135, uma colisão frontal deixou duas pessoas mortas, além de uma ferida.

 

Um veículo ocupado por duas pessoas, ainda não identificadas, se chocou com uma bicicleta, conduzida por um homem identificado como Raimundo Nonato Machado Siqueira.

 

Na ocasião, um dos ocupantes do primeiro veículo morreu, o outro saiu ileso. O homem que ocupava o segundo veículo, infelizmente, não resistiu e acabou morrendo ainda na rodovia.

 

Assim como na primeira fatalidade, a população se revoltou e decidiu pela interdição do trecho onde aconteceu a colisão. Porém, desta vez, o bloqueio de rodovia feito pelos moradores foi parcial e sem previsão para liberação.

 

Ao todo, cerca de 70 pessoas participaram do movimento, pedindo às autoridades que fossem construídos quebra molas ao longo da estrada, que, como a BR-316, é recordista em número de acidentes. 

– Publicidade –

Outros destaques