terça-feira, 23 de julho de 2024

Queimadas perto da rede elétrica: Equatorial Maranhão alerta sobre os perigos dessa prática

As queimadas são práticas realizadas para limpeza e fertilização do solo, sendo frequentemente adotadas em áreas florestais e campos, devido ao baixo custo. Os pequenos focos de incêndio, provenientes dessas queimadas ou provocados por outros motivos, podem facilmente sair do controle, resultando em incêndios que causam danos ao meio ambiente e à saúde humana. Além disso, quando realizadas próximas à rede elétrica, as queimadas podem interferir no fornecimento de energia, acarretando em prejuízos para a população e para a Distribuidora de energia.

De acordo com informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), neste mês de junho, o Maranhão aparece em 4° lugar no ranking dos estados com maior número de focos de incêndio, sendo Balsas a cidade com o maior número de ocorrências no estado e a 8ª no país. Outros municípios maranhenses aparecem no ranking nacional, como Carolina, em 11° lugar, Mirador em 16° e Fernando Falcão, em 19º. Apenas este ano, de janeiro a junho, o Maranhão registrou 1.582 focos de queimadas.

Além disso, um levantamento realizado pela Equatorial Maranhão revela que, somente este ano, de janeiro a junho, foram registradas 20 ocorrências de grande proporção na rede elétrica decorrentes de queimadas, número superior ao registro do mesmo período do ano passado. Essas ocorrências foram identificadas em municípios como São Luís, Imperatriz, Barreirinhas e São José de Ribamar.

“As queimadas, quando ocorrem próximas da rede elétrica, podem interferir no fornecimento de energia, pois as chamas e o calor podem danificar os cabos e equipamentos elétricos, causando curtos-circuitos, interrupções nas áreas próximas ao local afetado, e até mesmo acidentes fatais, provocando transtorno à população e prejuízos à Distribuidora”, explicou o gerente de Obras e Manutenção da Equatorial Maranhão, Manoel Romeiro.

Outro aspecto relacionado aos prejuízos causados pelas queimadas é o tempo necessário para restabelecer o fornecimento de energia. Ocorrências desse tipo tendem a demandar um período mais longo para serem solucionadas, uma vez que o Corpo de Bombeiros precisa acionar a Equatorial Maranhão para isolar a rede elétrica, permitindo assim que possam atuar de maneira segura. Somente após o combate ao incêndio, as equipes da Distribuidora conseguem realizar a manutenção da rede danificada.

Além dos inúmeros danos à infraestrutura elétrica e prejuízos materiais, as queimadas próximas à rede de energia trazem impactos negativos ao meio ambiente, pois a proximidade das chamas com os cabos e fios pode resultar em incêndios de grandes proporções, causando danos ambientais como a destruição da vegetação.

É importante evitar essa prática para garantir a segurança da comunidade e a preservação do meio ambiente. Por isso, a Equatorial Maranhão destaca os cuidados essenciais para evitar acidentes com queimadas:

  • Não queime lixo doméstico nas proximidades da rede elétrica;
  • Tenha atenção ao descartar fósforos e cigarros acesos às margens de rodovias ou próximo a qualquer tipo de vegetação;
  • Não acenda velas nem fogueiras próximas à vegetação mais seca;
  • Não faça queimadas para limpar pastagens ou plantio agrícola;
  • Procure fazer “aceiros” no terreno, eles ajudam a controlar o fogo em caso de acidentes;
  • Opte por realizar roçadas manuais ou com o uso de máquinas específicas.

É importante lembrar que causar qualquer tipo de poluição que resulte em danos à saúde humana, destruição significativa da flora e dos animais é considerado crime ambiental, conforme previsto no Art. 54 da Lei 9.605.

Por fim, ao presenciar riscos de incêndios próximos da rede elétrica, a Equatorial Maranhão deve ser acionada imediatamente pela central 116 e o Corpo de Bombeiros por meio do 193. Jamais se aproxime da rede elétrica nessas situações.

– Publicidade –

Outros destaques