quinta-feira, 18 de julho de 2024

Quem manda no Castelão é o Tubarão! Sport sente a força do Sampaio

No Castelão quem manda é o Tubarão. E o atual campeão da Copa do Nordeste, o Sport Recife, sentiu na pele a dificuldade de jogar no maior estádio do Maranhão. Em jogo emocionante, com cinco gols, perdeu para o Sampaio Corrêa, por 3 a 2, na quarta-feira à noite.

A vitória do time da boliviano foi de virada, porque o rubro-negro pernambucano saiu na frente com Rithely, mas depois marcou três gols com Válbert, Robert e Edvânia. O Sport ainda marcou seu segundo gol através de Régis.

A vitória deixou o Sampaio Corrêa na liderança do Grupo B, com três pontos. Porque no outro confronto houve empate, por 1 a 1, entre Socorrense e Coruripe, em tese, times de menor expressão. Na próxima rodada, o Sport vai tentar a reabilitação, em casa, na Ilha do Retiro, contra o Coruripe, de Alagoas, enquanto o Sampaio vai sair diante do Socorrense, de Sergipe.

O jogo
O jogo começou num ritmo alucinante com os dois times criando chances. O Sport abriu o placar aos 14 minutos. Danilo bateu escanteio e Tithely testou firme. O visitante ainda teve outras chances para ampliar, mas não o fez.

E acabou castigado no segundo tempo, quando, aos 13 minutos, Edvânio empatou. A virada foi rápido, dois minutos depois, com Válber. Aos 43 minutos, o Sampaio marcou seu terceiro gol com Robert, num contra-ataque mortal. Nos acréscimos, no último minuto do jogo, aos 49 minutos, Régis descontou para o Sport após receber passe do zagueiro Durval e driblar Edvânio.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA 3 x 2 SPORT

SAMPAIO CORRÊA
Dida; Daniel Damião, Mimica, Edvânio e William Simões (Arlindo Maracanã); Robson Simplício, Curuca (Dudu), Gil Mineiro e Belfort (Cleitinho); Válber e Robert.
Técnico: Oliveira Canindé

SPORT
Magrão; Alex Silva (Vítor), Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely (Régis), Rodrigo Mancha e Danilo; Diego Souza, Élber e Joelinton (Samuel).
Técnico: Eduardo Baptista

– Publicidade –

Outros destaques