quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Resolva seu louco particular

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Você conhece o Louco do Tarô? A carta é representada pela figura de um andarilho, que carrega um bastão na mão direita, e uma trouxa enfiada em uma vara. Suas roupas, que remetem à figura do bobo da corte, estão rasgadas, a figura mostra ainda que ele está acompanhado por um cão e um felino, e que o terreno por onde ele anda é acidentado. Só a representação pictográfica dele nos dá várias leituras, várias metáforas.

O Louco compõe as 78 cartas do Tarot, ele é o número zero e está entre os 22 arcanos maiores. Se compararmos as cartas do Tarot com os fatos da vida, podemos dizer que ele está antes do início da jornada, mas pode estar em qualquer lugar, até no final. Já que não é numerado, ele pode “passear”, tendo o poder de saber tanto o passado, quanto o futuro. É importante pontuar que esta é uma análise pessoal, baseada em alguns estudos que fiz.

Acredito que com o Louco podemos aprender que no caminho da vida há necessidade de nos livrarmos de excessos, de bagagens pesadas, que muitas vezes nem são nossas. Ele é inocência, mas sabedoria e nos convida a seguir nossos instintos.

A caminhada dele não é linear, porque a nossa também não é, vai e volta, é individual, e isso nos ensina que está em nossas mãos o poder de cocriar nossa realidade, nosso destino. Ter o nosso Louco particular bem resolvido é uma missão importante em nosso caminhar. Espera-se que enquanto nosso Louco anda, ele vá se livrando de excessos, de energias negativas, nos afastando de pessoas negativas e aprendendo lições, tais como autoaceitação, inteligência emocional, resiliência, maturidade e assim ficamos em paz com nosso Louco.

Você pode estar se perguntando: mas por onde começo, Anne? Fazendo uma faxina! E refiro-me à faxina física mesmo (!). Tire um dia para arrumar a casa toda! Jogar fora objetos velhos, quebrados, muitas vezes inúteis, doar roupas que não veste mais. Assim, limpando a poeira física, organizando, desapegando, a energia volta a circular, pois junto com a limpeza física, a energia negativa transmuta e tenha a certeza que o espírito fica leve, os caminhos se abrem, e se realizar pessoal ou profissionalmente fica mais fácil.

Mas limpar corpo e alma também é necessário. Comece revisando seus hábitos alimentares, é importante comer equilibradamente, viver de forma saudável, praticar uma atividade que te deixe feliz, respirar, pausar para seguir. Eliminar pequenos problemas, ser claro, assertivo, falar de forma respeitosa o que sente, ficar perto de pessoas boas, praticar o bem.

A tarefa de deixar o Louco livre de pesos não é a das mais fáceis, mas aos poucos, com a prática, conseguimos. Encontre sua forma pessoal de deixar ir, pode ser rasgando fotos, jogando fora agendas ou velhas cartas, isso pode ajudar a remover lembranças doídas, e até as boas recordações, mas que já tiveram seu tempo, deixe tudo ir amorosamente, envie amor e luz, sinta a leveza do deixar. Recomece quantas vezes for necessário!

Recomeçar é uma chance de começar de forma organizada, e como diria Chaplin “Para expandir-se…primeiro organiza-se!”. Assim a vida segue adiante!
Alinho meu coração com o teu.

Anne Glauce Freire

É Comunicóloga e Terapeuta Integrativa, com foco em Reiki Tradicional Usui.
Pode encontrá-la no Instagram: @positivaravida e @anneglaucefreire
Se preferir pode seguir o canal Positivar a Vida, no Telegram: t.me/positivaravida

– Publicidade –

Outras publicações