terça-feira, 16 de julho de 2024

Ricardo Murad inverteu a ordem da atenção à saúde no MA, diz Marcos Pacheco ao Transição

O futuro secretário de saúde do Maranhão, o médico e professor Marcos Pacheco, expôs ao programa Transição o novo modelo de gestão defendido pelo governo  Flávio Dino. Pacheco afirma que o novo governo vai priorizar a atenção à saúde básica e critica o ex- secretário Ricardo Murad por ter dado  mais atenção à construção de hospitais sem garantia de recursos para os custos de manutenção. O programa vai ao ar às 22h45 desta quinta-feira,11, na TV Guará, canal 23.

 

“Precisamos ter um secretaria da saúde, não secretaria da doença; temos de preservar a vida das pessoas com atenção básica, ir à casa das famílias, foi por isso que o governo federal investiu bastante na saúde da família”, esclarece o secretário. Pacheco explica que esse modelo de gestão da saúde será um dos pontos fortes a ser aplicado em todos os municípios do Maranhão, principalmente nos municípios com menor IDH.

 

Entre os destaques da nova gestão na saúde estadual, Pacheco citou: atenção  à saúde básica, carreira para médicos, mudança de finalidade de alguns hospitais recém inaugurados na atual gestão, atenção à saúde da família e criação de edital de concurso para médicos e enfermeiros.  

 

Pacheco revela em primeira mão ao Transição quatro ações que o governo considera prioritárias na área de saúde nos primeiros 100 dias de gestão. Uma dessas ações consiste: o governo vai sentar com todas as áreas de saúde do estado e saber o que cada região pode fazer.

 

Provocado a certa altura da entrevista se será um secretário forte do novo governo, numa referência a Ricardo Murad no governo Roseana Sarney, Pacheco esclarece de forma veemente: “no futuro governo não vai ter um secretário forte, forte vai ser o governo”.

 

– Publicidade –

Outros destaques