quinta-feira, 17 de junho de 2021

Fique Ligado no São João na Guará
Rodoviários e patrões estabelecem acordo de 7% de reajuste salarial

Rodoviários e patrões estabelecem acordo de 7% de reajuste salarial

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Em renegociação realizada nesta quarta-feira (19), no Tribunal Regional do Trabalho, depois de mais de quatro meses de impasse, Rodoviários e patrões estabeleceram acordo de 7% de reajuste salarial, garantindo planos de saúde e odontológico integral, além da permanência da função de cobrador no sistema.

Após as duas categorias conversarem particularmente, os Rodoviários defendiam reajuste salarial de 8% e em cima de outros benefícios. Os patrões sustentavam 5% de reajuste. Como o impasse parecia que não ia ser resolvido, o Desembargador Gerson de Oliveira apresentou uma proposta intermediária de 7% de aumento salarial.

O percentual só foi aceito pela diretoria do Sindicato dos Rodoviários, mediante a garantia de manutenção da função de cobrador e mais a disponibilização integral, do plano de saúde.

Em relação a extinção da função de cobrador, o Desembargador do Trabalho, sugeriu que a questão fosse debatida a partir do próximo ano, já que ele entende que o fim de uma atividade, não pode ser discutida em uma ou duas audiências, fora que existe uma lei municipal que proíbe a exclusão da função de cobrador do sistema.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, Isaias Castelo Branco, disse que esse avanço nas negociações, só foi possível, graças ao empenho e eficiência do Desembargador Gerson de Oliveira, que soube conduzir muito bem as discussões e que a mediação do Tribunal Regional do Trabalho foi fundamental, para definir a nova Convenção Coletiva de Trabalho.

– Publicidade –

Outros destaques