sexta-feira, 23 outubro, 2020
Início Capa Sampaio Corrêa conquista seu 34º título maranhense

Sampaio Corrêa conquista seu 34º título maranhense

A hegemonia do Sampaio Corrêa no Maranhão foi confirmada. Em jogo de domínio absoluto, a equipe Tricolor venceu o Moto Club por 2×0 e conquistou seu 34º título estadual.

Os gols da conquista boliviana foram marcados por Flávio Boaventura, no primeiro tempo, e Robson Duarte na etapa final.

O jogo

Imposição total Tricolor no ínicio do confronto. O Sampaio encurralou o Moto em seu campo de defesa, pressionando em busca do primeiro gol. Robson Duarte quase marca aos sete minutos com um chute de chapa que atingiu a trave.

O Sampaio seguia com a supremacia em campo, sem deixar o adversário respirar. Caio Dantas recebeu de André Luís e chutou cruzado, o goleiro motense espalmou para escanteio.

O gol era questão de tempo. Na cobrança do córner, Marcinho colocou na cabeça de Flávio Boaventura, que subiu mais do que a defesa e testou para marcar o primeiro gol boliviano.

A vantagem não acomodou a Bolívia, que seguia com o controle da partida e pressionando para aumentar o placar. Marcinho chegou a marcar de cabeça, mas a arbitragem assinalou impedimento.

No segunto tempo, o time motense até tentou equilibrar as ações, mas não conseguia criar situações mais claras de gol.

Efetivo, o Sampaio quando chegava no ataque levava perigo, e não tardou a marcar o segundo gol. Caio Dantas tramou com Robson Duarte e o atacante Tricolor não perdoou.

Imponente, o time do povo passou a controlar o jogo, tocando, invertendo jogadas e deixando o tempo passar. O título estava garantido, com total autoridade.

O estádio estava vazio, mas a torcida Tricolor certamente soltou o grito da garganta e bateu no peito: É CAMPEÃO! É CAMPEÃO! É CAMPEÃO!

Ficha dos  campeões

Gustavo, Luís Gustavo (Roney), Flávio Boaventura, Paulo Sérgio e João Victor; André Luís (Eloir), Vinícius Kiss, Marcinho e Gustavo Ramos (Diego Tavares); Robson Duarte (Joazi) e Caio Dantas (Jackson).

- Publicidade -
Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

Empresa aérea que atrasou entrega de bagagem é condenada

Uma companhia de transporte aéreo que demorou dois dias para entregar a bagagem de um passageiro foi condenada a indenizar, por danos morais, no...
- Publicidade -