quarta-feira, 5 de outubro de 2022

Sampaio será notificado pelo Procon por proibição de camisa do Vasco

Foto: Reprodução

A Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor (Procon) do Maranhão irá notificar o Sampaio Futebol Clube pela proibição do uso de camisas do Vasco durante o jogo no sábado (9), no Castelão, onde os dois times vão se enfrentar. A declaração foi dada pela presidente do instituto, Karen Barros, ao Portal Guará.

A decisão do Sampaio de proibir a entrada com a camisa do time visitante no Castelão foi publicada na segunda-feira (4) nas redes sociais do time. Para Karen Barros, entretanto, a medida é abusiva: “Ao fazer isso, eles limitam o poder de decisão do consumidor. Há uma condição para a venda do ingresso e entrada no estádio”, pontuou.

De acordo com a assessoria de comunicação do Sampaio, contudo, o clube está apenas seguindo um protocolo imposto pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). “Estamos em eventos-teste, então para a gente ter a presença do torcedor até o final do campeonato, temos que cumprir essas regras”, explicou o assessor, Wanderson Mello, em vídeo publicado no Instagram.

O documento da CBF é datado de agosto de 2021. Nele, especifica-se que “será permitida apenas a presença da torcida do clube mandante, a fim de se evitar deslocamentos de torcedores de outras localidades”. Na última quinta-feira (30), aconteceu jogo do Sampaio contra o Remo no Castelão, no qual estas regras também seriam vigentes. Neste jogo, entretanto, não houve veto à vestimenta da torcida visitante – motivo pelo qual, segundo Wanderson, o clube foi chamado atenção.

Anteriormente, o Sampaio havia colocado como obrigação para a entrada o uso da camisa do Sampaio, mas o time voltou atrás pois se configuraria como venda casada. Agora, além da camisa do time da casa, estão permitidas vestimentas neutras, mas que não façam alusão ao time visitante.

Após a publicação desta matéria, Karen Barros entrou em contato com o Portal Guará reconhecendo que a proibição da torcida de fora está realmente prevista pela CBF. “Há previsão de proibição entrada de torcedor visitante. Mas a questão da camisa do Sampaio continua errada”, afirmou.

– Publicidade –

Outros destaques