segunda-feira, 28 de novembro de 2022

Samu tem 14 ambulâncias inoperantes em ITZ

Quatorze ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) estão paradas, em evidente estado de degradação, no pátio da Prefeitura Municipal de Imperatriz. O caso foi denunciado, nessa segunda -feira (15), ao Ministério Público  do Maranhão (MP-MA), que após realizar inspeção constatou a veracidade do descaso.

 

Nessa terça-feira (16), o MP-MA decidiu instaurar inquérito civil para investigar os motivos do desuso dos veículos. O prazo para que o município explique a situação das ambulâncias paradas e apresente todos os documentos requisitados pelo MPMA é de até 15 dias.

 

No que se refere ao inquérito instaurado, o titular da Promotoria de Justiça Especializada em Defesa da Saúde, Newton Bello Neto, diz que as investigações pretendem esclarecer por que as ambulâncias no município de Imperatriz estão paradas e em estado de degradação, além de verificar se está havendo má aplicação de verbas públicas referentes à saúde, para que sejam tomadas as devidas providências.

 

“As ambulâncias em estado de degradação, estacionadas nos pátios da Prefeitura de Imperatriz, foram adquiridas com verbas públicas destinadas à saúde, sendo necessária minuciosa análise dos motivos que levaram à ocorrência de tal situação, e, sendo detectada a malversação de dinheiro público e quaisquer outras irregularidades, as autoridades respectivas serão responsabilizadas cível e criminalmente”, ressaltou o promotor.

 

Outra denúncia

 

No mês de novembro, o MPMA também recebeu uma denúncia de mau funcionamento de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de urgência (SAMU). Diante das informações, a Promotoria de Justiça Especializada em Defesa da Saúde instaurou Inquérito Civil, cujas inspeções detectaram a paralisação de duas das sete ambulâncias do serviço. Os veículos já voltaram ao funcionamento, a partir de requisições do MPMA dirigidas à gestão municipal.

– Publicidade –

Outros destaques