sábado, 13 de agosto de 2022

Simpósio Internacional: oportunidades de Desenvolvimento do Maranhão na nova Rota da Seda

Convidado especial e expert em logística global, professor Paul Lee, PhD, professor da Universidade Zhejiang (China)

O Simpósio Internacional “As Potencialidades do Maranhão na Nova Rota da Seda da China: Oportunidades de Negócio e de Desenvolvimento para o Maranhão e para o Brasil” ocorre a partir desta segunda-feira (11), em São Luís.

Promovido pela A Fundação Sousândrade, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (SEDEPE), o encontro tem o objetivo de fornecer informações estratégicas sobre o projeto, e proporcionar uma visão do leque de oportunidades de desenvolvimento econômico que surge para o Brasil com a inserção da capital maranhense na Nova Rota da Seda da China.

A abertura do Simpósio ocorre nesta segunda (11) às 9H no Palácio dos Leões. Na terça-feira (12) acontece uma agenda sobre o setor de Logística Marítima na sede do Porto do Itaqui. E na quarta-feira (13) o evento prossegue com uma palestra sobre o setor de Logística Ferroviária, na sede da FIEMA.

Convidado especial e expert em logística global

Um dos formuladores do estudo sobre a Expansão da Rota da Seda é o professor Paul Lee, PhD, professor da Universidade Zhejiang (China).

Desde 2013, a China executa o Plano BRI (Belt & Road Initiatives), uma proposta de cooperação internacional, com objetivo de instituir um gigantesco programa mundial de investimentos, envolvendo países de todos os continentes, que compõem cerca de um terço da economia mundial. De acordo com pesquisa da Universidade de Fudan (Xangai-China), a Nova Rota da Seda já investiu 59,5 bilhões de dólares, ou seja, cerca de 315 bilhões de reais, em 2021, na infraestrutura de diversos países. O plano de investimento chinês engloba 65 países, compreendendo aproximadamente 62% da população e 30% do PIB global.

São Luís do Maranhão é apontada no estudo Strategic locations for logistics distributions centers along the Belt & Road, de 2022, elaborado pelos mais renomados especialistas do mundo. A capital maranhense possui extraordinárias condições para receber tal projeto pelas conexões rodoviárias, ferroviárias e condições portuárias excepcionais. A ligação feita pela Ferrovia Norte-Sul, eixo principal do transporte de cargas do Brasil, interligando malhas ferroviárias das cinco regiões do país, é um exemplo. Na região chamada de Arco Norte, nenhum estado possui condições similares de logística de transporte.

– Publicidade –

Outros destaques