quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Taxa de desemprego nos meses março-abril-maio é o menor para este trimestre desde 2015

O IBGE apresentou a taxa de desemprego, que ficou em 9,8% no trimestre (mar-abr-mai/22), sendo o menor nível para este trimestre desde 2015, quando foi de 8,3%. No comparativo com o trimestre anterior, de dezembro de 2021 a fevereiro de 2022, a taxa caiu 1,4 ponto percentual (p.p.), e, na comparação com o mesmo trimestre do ano passado, a queda foi de 4,9 p.p. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua).

O número de pessoas ocupadas está em 97,5 milhões, é o maior da série histórica, iniciada em 2012, e mostrou alta de 2,4% no comparativo com o trimestre anterior e de 10,6% na comparação anual. É o equivalente a um aumento de 2,3 milhão de pessoas no trimestre e de 9,4 milhões de ocupados no ano. Já a população desocupada está estimada em 10,6 milhões de pessoas, um recuou 11,5% frente ao trimestre anterior, o que representa 1,4 milhão de pessoas a menos. No ano, a queda foi de 30,2%, menos 4,6 milhões de pessoas desocupadas.

Esses dados demonstram um forte crescimento, tanto no emprego formal e informal. Está sendo um processo de recuperação das perdas que ocorreram em 2020 devido a pandemia. Desde então, vêm acontecendo uma retomada gradativa no decorrer do ano de 2021. No início deste ano de 2022, houve uma estabilidade da população ocupada, que retoma agora sua expansão em diversas atividades econômicas, principalmente no setor de serviços.

Wagner Matos – economista

– Publicidade –

Outros destaques