quinta-feira, 1 de dezembro de 2022

Terminais de passageiros de ferry boat serão reformados em Alcântara e São Luís

Imagem de divulgação

Uma nova infraestrutura para garantir mais conforto, mobilidade e segurança às milhares de pessoas que utilizam o serviço de transporte ferry boat no Maranhão. Os terminais do Cujupe, em Alcântara, e da Ponta da Espera, em São Luís, receberão uma ampla reforma, que inclui diversas melhorias infraestruturais. As obras são do Governo do Estado, anunciadas nesta segunda-feira (17), durante visita do governador Carlos Brandão aos locais. O trabalho reforça as iniciativas da gestão para qualificar ainda mais este serviço aos maranhenses.  

O governador Carlos Brandão assinou as ordens de serviço autorizando o início das obras nos dos terminais de transporte aquaviário. “Com essa obra estaremos atendendo bem ao povo da Baixada e todos que utilizam o serviço. E outras melhorias já estão em planejamento. Estamos avançando. Temos ferry boats suficientes, mas vamos ampliar e teremos mais embarcações para que possamos ter reservas e melhorar ainda mais o serviço. Um outro avanço é a possibilidade da venda da passagens online, que trouxe mais comodidade ao usuário e, ao chegar no terminal, ele só precisa embarcar com a sua passagem já garantida”, ressaltou.

Brandão enumerou os ganhos para o transporte e a geração de trabalho no Maranhão, com a obra nos terminais de ferry boat. “Estamos falando em uma melhoria que vai impactar na vida de cerca de dois milhões de pessoas que anualmente utilizam estes terminais, além da geração de empregos diretos e indiretos, ultrapassando os 500. E os trabalhadores que estarão nesta obra serão do Cujupe em Alcântara, gerando assim os empregos para a região. Portanto, é uma obra extremamente importante para o Maranhão e, especialmente, para a Baixada”, pontuou o governador.

As obras serão realizadas sem interrupção das operações, com serviços simultâneos nos dois terminais, informou o governador Carlos Brandão. O objetivo é, mesmo em obras, garantir o cronograma das viagens e impedir que haja alteração dos horários.

“São duas rampas e as obras se darão em cada uma delas. Enquanto uma está em revitalização, a outra estará em atividade para que não prejudique o cronograma de viagens. As estruturas serão ampliadas para possibilitar que mais de uma embarcação consiga atracar. A proposta é que estas rampas suportem o embarque e desembarque simultâneo de três embarcações. Essa medida vai facilitar bastante o deslocamento das embarcações e reduzirá o tempo de espera para os passageiros”, frisou o presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), instituição estadual gestora dos terminais, Gilberto Lins.

Para as melhorias, serão investidos R$ 68 milhões da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP). “Os terminais têm sido uma prioridade da gestão estadual e, hoje, estamos anunciando estas obras de revitalização nos terminais do Cujupe e Ponta da Espera. Nesse conjunto de ações, haverá ainda a ampliação do talude, uma área que há 30 anos precisava ser melhorada e agora, com este serviço, será executada. Essa obra dará a condição para que os terminais recebam embarcações maiores e mais mobilidade e conforto aos usuários. É uma obra bastante complexa, que depende da variação da maré. Mas, tudo será feito para não comprometer o cronograma de viagens”, ressaltou o presidente da EMAP, Ted Lago.

Os serviços contemplam a duplicação das rampas Norte e Sul e recuperação dos taludes (estrutura de terreno inclinada, em forma de rampa, que tem função garantir estabilidade da área) no terminal do Cujupe; e duplicação das passarelas e rampas no terminal da Ponta da Espera. A previsão que dentro de um ano os serviços sejam concluídos. 

– Publicidade –

Outros destaques