terça-feira, 28 de junho de 2022

G10 Editora

TJMA vai reforçar segurança nos órgãos do Judiciário

Novas medidas de segurança institucional para as sedes do Poder Judiciário foram anunciadas pela presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargadora Cleonice Freire. O objetivo é garantir um ambiente de trabalho mais seguro para magistrados, membros do Ministério Público, advogados, servidores e jurisdicionados em geral.

O pacote reúne medidas planejadas e outras já em execução, incluindo a identificação de servidores, a aquisição de equipamentos eletrônicos de revista pessoal e monitoramento de ambientes, e a instalação de postos de policiamento junto às entradas dos fóruns.

A presidente comunicou que o Tribunal de Justiça recolheu, de janeiro a agosto deste ano, 382 armas de fogo em 36 comarcas; distribuiu 90 detectores de metais portáteis para unidades judiciárias e contratou oito postos de vigilância – cinco com policiais da reserva e três privados –, para comarcas que ainda não contavam com o serviço de segurança presencial.

“Comesse reforço na vigilância, não teremos mais nenhuma comarca sem posto de segurança armada em todo o Maranhão”, declarou a desembargadora Cleonice Freire.

Também foi informado que o Tribunal deu início ao processo de aquisição de sistema de videomonitoramento por câmeras para atender as comarcas de Imperatriz, Caxias,Timon, São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar e Lago da Pedra. E, em São Luís, a 2ª Vara de Execuções Penais e a Coordenação de Material e Patrimônio do TJ.

VIDEOCONFERÊNCIAS- Dentre as iniciativas anunciadas, foi destacada a implantação de oito salas de videoconferências, que vão possibilitar a realização de audiências com presos por meio virtual, entre os fóruns e os sistemas prisionais de São Luís,Imperatriz e São José de Ribamar, evitando o deslocamento de encarcerados para serem ouvidos no fórum.

A presidente do TJMA ressaltou, ainda, o início, na noite de quarta-feira, dos serviços de implantação do Sistema de Controle do Acesso do fórum da capital,de modo a não prejudicar o andamento dos trabalhos das varas. Junto às entradas principais do fórum serão instaladas catracas eletrônicas, detectores de metal de formato pórtico, raios-x para inspeção de bagagens e outros equipamentos de segurança.

FUNSEG– A presidente confirmou que será regulamentado, esta semana, o Fundo Especial de Segurança dos Magistrados do Maranhão, que tem por objetivo a destinação de uma percentual do FERJ, para assegurar os recursos necessários à implantação e manutenção do Sistema de Segurança dos Magistrados, à estruturação,aparelhamento, modernização e adequação tecnológica dos meios utilizados na atividades de segurança institucional.

– Publicidade –

Outros destaques