quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Três navios provindos da Índia encontram-se fundeados na costa de São Luís

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Dentre os cerca de 30 navios que estão fundeados nas costas de São Luís, aguardando autorização para atracarem no Complexo Portuário de São Luís, três deles são provenientes da Índia e estão passando ou vão passar por inspeção para saber se há tripulantes a bordo com covid-19 e, em caso positivo, se se trata da variante indiana.

Desde o último dia 13, um marujo do navio Shandong Da Zi, de bandeira de Hong Kong, encontra-se hospitalizado em São Luís, com diagnóstico de covid-19, tendo sido constatado que se trata da cepa inicialmente identificada na Índia. O Shandong Da Zi não provinha daquele país asiático, mas a tripulação contratada na África do Sul é composta em sua maioria por indianos.

Desta vez, os navios provêm diretamente de portos da Índia. São eles: o Semirio, que chegou ontem, 24, à área de fundeio de São Luís; o Mariperla (dia 19); e o Hannes Oldendorff (dia 15). Eles navegam sob as bandeiras das Ilhas Marshall, Malta e Portugal, respectivamente. Todos os três são transportadores de minério. Até o momento, as autoridades sanitárias maranhenses não se pronunciaram sobre o caso.

– Publicidade –

Outras publicações