segunda-feira, 3 de outubro de 2022

Uber bane 1.600 motoristas no Brasil por ‘cancelamento excessivo de viagens’

Corridas canceladas no Uber tem sido motivo de muita reclamação por parte dos consumidores

A Uber baniu cerca de 1.600 motoristas de seu aplicativo alegando “cancelamento excessivo” de viagens por parte dos colaboradores. A informação foi confirmada à Jovem Pan pela própria empresa, que afirmou que 0,16% dos quase 1 milhão de motoristas cadastrados no aplicativo apresentaram “comportamentos que prejudicam intencionalmente o funcionamento da plataforma”.

A Uber informou que os motoristas têm o direito de cancelar corridas, mas que o cancelamento excessivo configura uma violação do código da plataforma. Além disso, a empresa informou que tem ciência de que a maioria de seus colaboradores não possui tais comportamentos.

A medida foi tomada pela plataforma após uma série de reclamações dos usuários sobre o cancelamento de viagens por parte dos motoristas e no aumento do tempo de espera para as corridas. Em contrapartida, os motoristas e colaboradores alegam que a alta do preço dos combustíveis têm atrapalhado a realização de corridas.

– Publicidade –

Outros destaques