Ufma pode fechar no segundo semestre

PorRedação

Foto: Fábio Bala/ Tv Guará

A Reitora da Universidade Federal do Maranhão, Nair Portela, se pronunciou a cerca do corte de 30 por cento para universidades e institutos federais, anunciado pelo Governo Federal.  Em sua fala ela foi categórica ao afirmar que os 26 milhões de 900 mil de corte podem inviabilizar as ações e o funcionamento da universidade, que poderá parar no segundo semestre.

Nair Portela explicou que os recursos que foram cortados incidem sobre a manutenção da instituição, em despesas com energia, vigilância, serviços de limpeza, água, telefonia e transporte.

A reitora rebateu ainda a declaração do Ministro da Educação que afirmou em ultimo pronunciamento sobre o assunto que não se trata de um corte e sim de um contingenciamento dos recursos.  Ela frisou que quando se fala em contingenciamento, significa que o recurso será liberado posteriormente, mas que no entanto, o governo não especificou quando, e a universidade tem um calendário a seguir e os estudantes precisam estar em sala de aula.

O pronunciamento da reitora foi feito durante uma matéria, produzida por Eduardo Gomes, exibida nesta quinta-feira (9), no Jornal da Guará. A reportagem foi feita por Bianka Nogueira e o cinegrafista Fábio Bala. Reveja: