domingo, 4 de dezembro de 2022

Situação ainda não foi controlada em Pedrinhas

Além do cancelamento de visita aos detentos, operários abandonaram as obras de reconstrução do muro por medo e vizinhos denunciam invasão a residências

 

Os problemas do sistema penitenciário do Maranhão parecem não ter fim. Nessa quinta-feira (11), mais uma fuga foi registrada, o que provocou o cancelamento de visitas a outros presos no Complexo de Pedrinhas nesta sexta (12). 

 

Após 48 horas da queda do muro, provocada por uma caçamba, que resultou na fuga de 36 detentos, a situação no sistema prisional continua tensa e parece fugir do controle das autoridades da Segurança Pública Estadual.

 

As obras para reconstrução da estrutura que faz a proteção no entorno do presídio foram paralisadas devido ao medo, motivado pelo panorama de insegurança ao qual estão sujeitos os operários em trabalho no local.

 

Na manhã de hoje, a reportagem da TV Guará voltou ao CDP e flagrou o momento em que homens do Grupamento Especial de Operações Penitenciárias (Geops) se preparava para entrar no presídio.

– Publicidade –

Outros destaques