sábado, 13 de agosto de 2022

Zé Dirceu lança livro de memórias em São Luís

josé dirceu
BRA01. CURITIBA (BRASIL), 18/05/2018.- Fotografía de archivo fechada el 31 de agosto de 2015 que muestra al exministro brasileño José Dirceu en la sede de la Policía Federal de Curitiba (Brasil). José Dirceu, un personaje emblemático de la izquierda brasileña, se entregó hoy, viernes 18 de abril de 2018, a la Policía para cumplir una pena de 30 años por corrupción, el mismo delito que llevó a prisión a su antiguo compañero y expresidente Luiz Inácio Lula da Silva. EFE/Hedeson Alves/ARCHIVO

O ex-ministro da Casa Civil , José Dirceu, lança primeiro volume do livro ‘Memórias’, no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, no Reviver, em São Luís, no dia 01 de outubro. A obra foi escrita por ele, na prisão, e conta os bastidores inéditos da sua vida.

Como a militância estudantil nos anos 1960, o exílio e o treinamento para ser guerrilheiro em Cuba, a cirurgia plástica que mudou seu rosto, a vida clandestina no Brasil nos anos 1970, a volta à legalidade com a anistia, em 1979, e sua ascensão no Partido dos Trabalhadores, onde se tornou presidente e maior responsável pela eleição de Lula à Presidência.

Dirceu conta que começou a trabalhar no livro em 2005, quando deixou o governo e passou a responder pela ação penal 470. Escrevia aos finais de semana. Foram 700 páginas escritas à caneta durante cinco anos.

Pela primeira vez ele revela segredos dos bastidores da luta política dentro do PT e do próprio governo, onde foi chefe da Casa Civil e provável sucessor de Lula, até ser abatido pelas denúncias do chamado ‘Mensalão’.

No primeiro volume de suas ‘Memórias’, ele expõe o que jamais foi dito sobre sua vida e sobre os principais líderes da política brasileira nos últimos 50 anos.

– Publicidade –

Outros destaques