quarta-feira, 23 de junho de 2021

Arraial Live Guará - É hoje!
Zeca Baleiro incentiva participação em financiamento coletivo

Zeca Baleiro incentiva participação em financiamento coletivo

Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

O compositor e cantor maranhense Zeca Baleiro participou do vídeo de lançamento da campanha de financiamento coletivo PatNet, de Educação Patrimonial, que tem como foco a preservação e o reconhecimento da riqueza arquitetônica e cultural do Centro Histórico de São Luís. Zeca, no vídeo, incentiva a participação dos cidadãos na “vaquinha virtual”, que tem como objetivo a captação de recursos financeiros.

A campanha de arrecadação foi lançada nesta segunda, 17 de maio, e a “vaquinha virtual” precisa alcançar o montante de R$ 25 mil, em 30 dias. Batendo esta meta, o BNDES complementa com o restante e, então, se iniciará  o projeto em seu valor de R$ 75 mil. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é um dos maiores bancos de desenvolvimento do mundo e principal instrumento do Governo Federal para investimentos em todas as áreas da economia brasileira.

Zeca enfatiza que, se o valor de 25 mil reais de captação junto à comunidade não for alcançado nos próximos 30 dias, o projeto não se viabilizará porque a contrapartida financeira local é condição indispensável para o aporte do valor restante pelo banco de desenvolvimento.  O projeto é uma iniciativa do Instituto de Estudos Sociais e Terapias Integrativas (IESTI), que tem sede na capital maranhense.

Trata-se de um curso de Educação Patrimonial, que em primeiro momento terá vagas para 96 pessoas. Serão quatro módulos, na modalidade online, com possibilidade de acompanhamento em celulares e também, computadores. A coordenação do projeto é da turismóloga e gerente internacional de projetos Gabriela Barros Rodrigues. Nos quatro módulos serão trabalhados temas referentes à História, arqueologia, conservação do patrimônio, turismo sustentável, inovação em territórios culturais, economia criativa, patrimônio material e imaterial. As aulas se darão a partir de vídeos, podcasts e materiais didáticos ilustrados por artistas locais, valorizando a arte maranhense. A previsão é que inicie em julho e encerre em dezembro.

Para participar, basta entrar no site https://benfeitoria.com/patnet e contribuir com qualquer valor. Para valores específicos, a partir de 20 reais de contribuição, os benfeitores receberão  recompensas e ‘mimos’ em agradecimento.

– Publicidade –

Outras publicações