segunda-feira, 28 de novembro de 2022

12 pessoas morreram durante o fim de seama

Mais um fim de semana bastante violento na região metropolitana de São Luís.

De sexta-feira (12), até a noite de domingo (14), 12 pessoas perderam a vida de forma violenta, sendo que uma delas morreu em decorrência de um homicídio doloso no trânsito.

Com as 12 mortes deste fim de semana, sobe para 41 o número de pessoas que perderam a vida violentamente nos primeiros 14 dias do mês de setembro. Com uma média de 2,92 mortes por dia e uma a cada 8h21.

De acordo com informações do relatório da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), nove pessoas foram vítimas de homicídio, uma foi morta dentro da CCPJ de Pedrinhas, o acidente na Vila Palmeira e um latrocínio contra o policial militar Clenildo Souza Gomes, dentro da Feira da Liberdade.

Neste último crime, além do PM, outras duas pessoas morreram. De acordo com informações policiais, os dois foram identificados como Max Carvalho, de 27 anos, e Kaique Victor Amorim Serra, de 22 anos.

A dupla teria chegado ao Mercado da Liberdade, supostamente, para cometer um assalto. O PM, que fazia um trabalho de segurança no local, reagiu a ação criminosa e baleou os dois, mas durante a troca de tiros também foi alvejado.

Clenildo foi socorrido e encaminhado a uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Os bandidos morreram no local do crime.

A Delegacia de Homicídios esteve na Feira da Liberdade para realizar os primeiros levantamentos do crime. De acordo com o delegado Jeffrey Furtado, titular da especializada, a polícia vai seguir duas linhas de investigação, sendo que uma delas é execução, pois o PM morto já tinha recebido ameaças de morte por combater a criminalidade na região do 1° Batalhão de Polícia Militar, onde era lotado.

 

– Publicidade –

Outros destaques