sábado, 24 de setembro de 2022

 1ª turma da Escola de Eletricistas é certificada pelo SENAI e Equatorial Energia

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-MA) certificou 25 alunos da primeira turma da Escola de Eletricistas, nesta terça-feira (20) na Unidade do SENAI, Raimundo Franco Teixeira, no bairro do Monte Castelo.  

O projeto realizado em parceria com o Grupo Equatorial, ofertou qualificação gratuita para atuação no setor de energia, com ajuda de custo e material para as aulas. O curso com carga horária de 40 horas semanais, totalizando 480 horas do curso profissionalizante e 112h de curso comportamental, formou Eletricistas de Rede de Distribuição de Energia Elétrica.  

Segundo o diretor regional do SENAI-MA, Raimundo Arruda, a primeira turma do projeto apresentou 100% de assiduidade dos alunos, o que revelou o sucesso do projeto. “Essa é uma parceria muito importante entre a Equatorial, a DPL e o SENAI. Isso demonstra exatamente a preocupação das empresas em qualificar a mão de obra profissional, não só para atender a empresa e o Estado. Os alunos puderam aprender nos nossos laboratórios com professores capacitados para atender, no melhor nível possível, essa capacitação profissional no nosso Estado”.  

O diretor de relações institucionais da Equatorial, José Jorge Leite Soares, disse que o resultado da parceria superou as expectativas. “Queremos manifestar a nossa satisfação em participar dessa celebração, dessa grande conquista com a turma de eletricistas que foi concluída agora com bastante êxito, depois de longos sacrifícios. Fizemos essa parceria com o SENAI para capacitar, para formar o corpo de profissionais que nos auxilia nessa tarefa tão importante, que é levar energia de qualidade para todos”, disse.  

Com o certificado em mãos, Nayana Silva, aluna da primeira turma de eletricistas não escondeu a alegria da conquista. “Para mim é gratificante ter participado da primeira turma da Escola de Eletricistas, pois me ajudou bastante na minha vida profissional e pessoal. Eu espero que agora a gente consiga entrar no mercado de trabalho para colocar em prática todo o conhecimento que adquirimos em sala de aula”.  

Luís Cláudio Matos, certificado pela Escola de Eletricistas, afirmou que essa é uma oportunidade para que as portas do mercado se abram para os novos profissionais. “Hoje está sendo um grande dia para mim porque eu consegui me formar depois de três meses de dificuldades que enfrentei para aprender, para desenvolver novas técnicas e me tornar um profissional capacitado para o mercado de trabalho. Agradeço à Deus, à minha família e a todos os parceiros que contribuíram para que esse projeto pudesse acontecer!”.  

A segunda turma do projeto já está em andamento e qualificará 25 profissionais, entre eles, dez mulheres e 15 homens.  

– Publicidade –

Outros destaques