quinta-feira, 23 de maio de 2024

3 pessoas são presas por falso sequestro, na capital maranhense

Uma investigação minuciosa da Polícia Civil do Maranhão resultou nas prisões em flagrante de três pessoas pelos crimes de extorsão qualificada e posse irregular de arma de fogo. As prisões foram realizadas nos bairros da Cidade Olímpica e Bairro de Fátima, em São Luís.

Segundo o Departamento de Combate ao Crime Organizado(DCCO/SEIC), a ação policial início com a notícia de suposta extorsão mediante sequestro da vítima, um homem, que havia desaparecido após sair de casa na noite da última quinta-feira (20), no bairro Cidade Olímpica. A família, após receber os primeiros contatos com ameaças e pedidos de resgate dos sequestradores, registrou Boletim de Ocorrência no Plantão da Polícia Civil. Nas mensagens eram realizadas ameaças contra a vida da vítima e era exigido o pagamento de “malotes” como condição para que a suposta vítima fosse libertada.

Na intenção de criar um clima pânico aos familiares da vítima, um vídeo foi gravado onde a vítima aparecia algemada e vendada enquanto era ameaçado por um indivíduo que portava uma arma de fogo.

Com o trabalho investigativo desenvolvido, foi possível encontrar a qualificação de determinados indivíduos que estariam ligados ao fato, eram pessoas próximas da suposta vítima.

De imediato, dois indivíduos foram presos em flagrante e conduzidos à sede da SEIC, em São Luís. Com as prisões realizadas, percebendo que tudo estava sendo descoberto, os dois decidiram confessar e revelar toda a trama criminosa, sendo possível descobrir que a suposta vítima do sequestro participou de toda o planejamento e execução do crime, forjando a situação para extorquir dinheiro da própria família e amigos.

Foram apreendidos dois celulares, um tablete, três munições calibres .38 e .380, além de um veículo de luxo. Após os procedimentos de praxe, os autuados foram encaminhados à Unidade Prisional onde permanecerão à disposição da Justiça.

A ação policial contou com apoio Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras(DCRIF/SEIC) e Departamento de Operações Táticas Especiais (DOTE).

– Publicidade –

Outros destaques