quarta-feira, 30 de novembro de 2022

Academia Brasileira Rotaria de Letras vai dar posse a novos membros do Maranhão

A Presidente da Academia Brasileira Rotaria de Letras secção Maranhão, Eulália das Neves Ferreira, promove nessa sexta–feira (11) a solenidade de diplomação e posse dos novos Acadêmicos da ABROL – MA, às 19H30.

A sessão solene será realizada na sede da Associação dos Rotarianos de São Luís, na Ponta D´Areia. Entre os Patronos das 32 cadeiras da ABROL – MA estão alguns dos maranhenses mais ilustres e que marcaram a vida rotária: Willian Wilson de Souza (Cadeira 1); Pompílio Albuquerque (Cadeira 2); Glacymar Marques (Cadeira 3); Antônio Jorge Dino (Cadeira 4); Raimundo Nogueira (Cadeira 5); Francisco Chagas de Almeida (Cadeira6); Pedro Ivo Viana (Cadeira 7); Neide Lisboa de Sena (Cadeira 8); José Medeiros (Cadeira 9); Henri Duailibe (Cadeira 10); Enilza Baldez das Neves (Cadeira 11); José de Ribamar Oliveira (Cadeira 12); Maria José Farias (Cadeira 13); Arthur Almada Lima (Cadeira 14); Eugênio de Barros (Cadeira 15); Antônio Raimundo Arrais (Cadeira 16); Silas Marques Serra (Cadeira 17); Raimundo Castelo Branco de Almeida (Cadeira 18); Acyr Barbosa Marques (Cadeira 19); Luís de Moraes Rego (Cadeira 20); Almir Moraes Correa (Cadeira 21); Ronald da Silva Carvalho (Cadeira 22); José Ribeiro Quadros (Cadeira 23); Ruy Ilano de Abreu (Cadeira 24); Antônio Hadade (Cadeira 25); Ernest Otto Pflueger (Cadeira 26); José Ateniense Liberio (Cadeira 27); Raimundo Nunes do Rego (Cadeira 28); Samuel Doria de Carvalho (Cadeira 29); José da Costa Oliveira (Cadeira 30); Rachid Maluf (Cadeira 31) e Raimundo Medeiros Lobato (Cadeira 32).

Vale ressaltar que a Academia Brasileira Rotaria de Letras cultua a memória daqueles que ajudaram a fazer a História do Rotary no Brasil; enaltecendo os serviços prestados em favor da vida humana, da compreensão, da tolerância e da paz, o pensamento e as ações de rotarianas e rotarianos, congregando, integrando valores, experiências, sabedoria, cultura acumulada.

“O amor e a chama do ideal de servir através de Rotary criaram a Academia Brasileira Rotária de Letras e a fazem viva. Ela não deixará morrer as personalidades rotárias que constroem a história de Rotary no Brasil. Esta é a missão, compromissada, solidária, responsável, de todos os Acadêmicos que a integram. Esta Academia é a nau capitânia a navegar nos mares da cultura de Rotary para ser guardiã da nossa história, preservando a vida dos vultos que se deram pelos ideais de servir. Eles estão sendo eternizados, foram e são luzes que clareiam caminhos, abrem estradas e cujas marcas da passagem não podem e nem devem ser apagadas” resume o Presidente de Honra da ABROL, Waldenir de Bragança.

– Publicidade –

Outros destaques