quinta-feira, 23 de maio de 2024

Ao menos 1.129 pessoas foram presas no País

O TSE (Tribunal Superior Eleitora) informou em balanço, fechado às 17h30 deste domingo (5), que ao menos 1.129 pessoas foram presas em todo o País, sendo 749 por fazer boca de urna em locais de votação, os demais casos por propaganda e transporte ilegal de eleitores. Oitenta candidatos foram detidos, 41 deles por boca de urna, nove por compra de votos e 12 por transporte ilegal de eleitores.

Ocorreram outras 1.490 ocorrências, porém sem prisão. Outras 392 também foram registradas com candidatos que não foram detidos.

A Força Nacional não registrou nenhuma ocorrência nas 90 localidades em que atuou.

O TSE disse que as votações foram concluídas em 68 países até às 17h e que falta encerrar em outros 21. O primeiro país a terminar a votação foi a Nova Zelândia, onde eleitores brasileiros começaram a votar às 8h – correspondente às 17h de sábado (4) em Brasília.

Até as 16h18, foram substituídas 1,02% das urnas utilizadas em todo o País, o que soma um total de 4.416 urnas das mais de 494,9 mil que estão sendo utilizadas (urnas de votação, urnas receptoras de justificativas e urnas de contingência).

Até o momento, o Estado do Rio de Janeiro tem 638 urnas substituídas, seguido pelo Estado de São Paulo, que tem 491. O estado do Acre foi o que menos substituiu urnas, com o total parcial de 11. Em todo o País, somente duas seções eleitorais – uma no Espírito Santo e outra no Rio Grande do Norte – precisaram utilizar urnas de lona para votação manual.

São Paulo

Ao menos 19 pessoas acabaram presas por crime eleitoral em Itapeva, São Bernardo do Campo, Cajabi, Jandira, Sorocaba, Pindamonhangaba, Serrana, Duartina, Mongaguá, Ribeirão Preto, Hortolândia, Francisco Moraro, Ferraz de Vasconcelos e Coronel Macedo. A maioria por boca de urna e pelo menos um por transporte de eleitores. No Estado, 495 das 90.026 urnas tiveram que ser substituídas.

Eleições 2014

Quase 143 milhões de eleitores vão às urnas neste domingo para escolher o novo presidente da República. São 142.467.862 eleitores no País e 354.184 no exterior, segundo a Justiça Eleitoral.

O eleitorado brasileiro é composto por 74,4 milhões de mulheres e 68,2 milhões homens. A maioria dos eleitores — 43,1 milhões ou 30,2% do total — tem ensino fundamental incompleto. Quase 33,8 milhões possuem entre 45 e 59 anos seguidos dos eleitores com idade entre 25 e 34 anos (33,2 milhões); 11 milhões têm 70 anos ou mais.

– Publicidade –

Outros destaques