sexta-feira, 3 de fevereiro de 2023

Apesar de contestação mundial, Indonésia diz que não voltará atrás em execuções

A Indonésia informou no último domingo (26), que apesar dos apelos e protestos promovidos por diversos países, está determinada a avançar com a execução de oito estrangeiros, entre os quais um brasileiro, condenados por tráfico de droga.

 

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, também intercedeu pelos condenados mas não houve êxito. No último sábado, as autoridades indonésias notificaram os oito estrangeiros – da Austrália, Nigéria, do Brasil e das Filipinas – de que as execuções, por um pelotão de fuzilamento, ocorrerão em breve.

Após sofrer muita pressão por parte do governo francês, a procuradoria-geral da Indonésia declarou que o francês Serge Atlaoui, também condenado à morte por tráfico de droga, foi retirado desta lista de execuções iminentes.

Os prisioneiros já foram transferidos para a prisão de segurança máxima de Nusakambangan, onde ficarão até serem executados.

– Publicidade –

Outros destaques