sábado, 4 de fevereiro de 2023

Brasileiro condenado a morte pode ser executado a qualquer momento

O brasileiro condenado à morte na Indonésia por tráfico de drogas, Rodrigo Gularte, não sabe que pode ser executado a qualquer momento, informou a prima dele, Angelita Muxfeldt, que o acompanha no país asiático. De acordo com o que a brasileira  contou, seu primo está muito calmo e ainda acredita que será solto.

 

 

O prazo de 72h  após o anúncio para os prisioneiros de que eles serão executados terminou, sendo assim,  os nove condenados podem ser mortos por fuzilamento a partir desta terça.

 

 

Não há confirmação por parte do governo local mas acredita-se que as execuções ocorrerão nas primeiras horas desta quarta-feira (29) – tarde desta terça-feira (28) no horário de Brasília.

 

Há uma equipe de 10 advogados trabalhando pelo brasileiro, além de uma ONG, que resolveu ajudar. O brasileiro foi diagnosticado com esquizofrenia por dois relatórios no ano passado e esse é o um dos argumentos usados pela defesa para a anulação da pena.

– Publicidade –

Outros destaques