quinta-feira, 20 de junho de 2024

Briga de casal teria começado incêndio em favela, dizem moradores

O incêndio que atingiu uma favela na zona leste de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (1º), teria começado após a briga entre um casal, segundo o coordenador da Defesa Civil de São Paulo, Milton Persoli. A informação foi repassada por moradores da comunidade. A PM (Polícia Militar) ainda não confirmou a discussão.

De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Marcos Palumbo, a fiação elétrica irregular também pode ter causado o incêndio que se propagou rapidamente.

— A primeira estratégia é o confinamento do fogo. E a gente verifica que, dentro das estatísticas de incêndio em comunidades que nós tivemos em São Paulo, a gente verifica que a causa provável é por curto-circuito.

Incêndio em favela e protesto contra reintegração prejudicam o trânsito e o transporte na zona leste de SP

Leia mais notícias de São Paulo

Somente o trabalho da perícia poderá confirmar o que realmente causou o acidente. Agentes da Subprefeitura de São Mateus foram deslocados para o local para cadastrar as famílias que perderam tudo no incêndio. Ainda não foi contabilizado o número de pessoas que ficaram desabrigadas. A contagem será feira pelos agentes.

Cerca de 200 barracos em uma área aproximada de 2.000 m² foram destruídos pelo fogo que começou por volta das 5h30 desta quarta-feira. Segundo os bombeiros, as chamas foram controladas por volta das 7h30.

Morte

Um corpo foi encontrado carbonizado, segundo informação do capitão Du Vernay, oficial de operações do Corpo de Bombeiros. Ainda não se sabe o sexo ou a idade da vítima. Du Vernay disse ainda que novas vítimas não estão descartadas.

— Poderá ter informações de mais corpos carbonizados, haja vista a extensão deste incêndio e as dificuldades que naturalmente se encontram no combate aos incêndios em comunidades que são construídas em madeira.

– Publicidade –

Outros destaques