sexta-feira, 12 de abril de 2024

Britney Spears quebra o silêncio: tudo sobre o depoimento da cantora

Há 13 anos, Britney Spears vive sob a tutela do pai, Jamie Spears, em uma conservadoria que controla cada aspecto de sua vida —desde sua fortuna até os lugares que pode frequentar. Mas no ultimo dia, 23 de junho, pode marcar um passo à frente rumo à retomada da liberdade da cantora.

Pela primeira vez, desde 2008, Britney se reportou diretamente à corte de Los Angeles, falando sobre os seus desejos e sentimentos a respeito da tutela do pai.

#FreeBritney

O movimento dos fãs de Britney para a libertação da cantora existe há mais de 10 anos, mas ganhou fôlego recentemente com a série de documentários abordando a situação da cantora. Eles defendem que Britney vive como prisioneira para que se aproveitem de sua fortuna.

O outro lado

Os advogados de Jamie Spears argumentam, porém, que sem a tutela a cantora poderia não estar viva hoje. Na visão do grupo, a conservadoria foi responsável por salvar a vida da estrela da música pop.

Em 2007, Britney enfrentou sua maior crise pessoal, precisando ser internada em clínicas de reabilitação e correndo risco até de perder a guarda de seus dois filhos.

Batalha judicial

Em abril deste ano, Britney pediu a um juiz que seu pai fosse retirado definitivamente de sua tutela e perdesse o controle sobre sua fortuna e vida pessoal. O advogado da cantora pediu que a advogada Jodi Montgomery se tornasse a nova tutora.

Em reportagem do “Page Six”, também é possível ver o pedido formal do advogado de Britney, Sam Ingham III, para que a cantora fosse enfim ouvida pela corte. “A tutorada exigiu que eu buscasse uma audiência na qual ela pudesse se dirigir à corte diretamente”, explicou Ingham.

Uma matéria do jornal “The New York Times” teve acesso a registros confidenciais envolvendo a batalha judicial entre Britney e seu pai. De acordo com as informações obtidas, a cantora luta em silêncio há anos para colocar fim à conservadoria. Há anos, Britney demonstra resistência em relação à tutela, que determina cada aspecto de sua vida, desde as pessoas com quem pode namorar até a cor de seus armários da cozinha. “Ela sente que a tutela é opressora e controladora”, diz um registro de 2016.

Em 2019, registros apontam que Britney teria sido internada à força em clínicas de reabilitação e também obrigada a se apresentar em shows contra sua vontade. Outros registros de sete anos atrás, em 2014, apontam que o advogado de Britney solicitou que o pai da cantora fosse retirado do comando da tutela, inclusive apontando problemas dele com o abuso de bebidas alcoólicas. No ano passado, Britney disse, em depoimento, sentir medo do pai.

– Publicidade –

Outros destaques