sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Caminhada pede paz no trânsito em São Luís

Foto: Divulgação

 

 

São Luís – Uma caminhada  para alertar a população sobre o crescente número de acidentes decorrentes do uso bebida alcoólica reuniu cerca de 1.500 pessoas na Avenida Litorânea, em São Luís, de acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT). O evento foi promovido por organizações sociais. Durante a caminhada, equipes do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran) distribuíram material educativo nos bares fixados ao longo da orla, orientando motoristas e pedestres sobre a importância do cumprimento da Lei Seca.

 

 

Vestidos de branco e amarelo, os participantes levavam cartazes pedindo paz no trânsito, agilidade no julgamento dos processos de acidentes com vítimas fatais que correm na Justiça e a obrigatoriedade do teste do bafômetro.

 

 

O objetivo principal do evento foi chamar atenção da sociedade sobre os perigos de dirigir sob o efeito de bebidas alcóolicas. “Infelizmente, muitas pessoas só tomam consciência da necessidade de ter mais atenção no trânsito, de não dirigir depois de ingerir bebida alcoólica, quando acontecem tragédias como essa. A consciência é ainda o principal meio de se evitar barbaridades no trânsito, como a que tirou a vida de Laura Burnet e de tantas outras pessoas”, afirmou o diretor geral do Detran, Antônio Nunes.

 

 

O representante do Movimento “Eu te amo meu Brasil”, Darcy Fontes, ressalta a importância do trabalho de Educação para o Trânsito realizado continuamente pelo Detran. “Sabemos o quanto é sério esse trabalho. Fizemos questão da presença da equipe do Detran na Caminhada pela Paz, para que pudéssemos, juntos, influenciar as pessoas a mudar de atitude e assim contribuir para termos um trânsito mais civilizado, mais seguro”, explicou Fontes.

 

 

O empresário Jorge Cunha, pai de João Victor, de 4 anos, vitima fatal de atropelamento na praia do Araçagi em 2010, reafirmou a importância da conscientização. “O atropelamento do meu filho, talvez seja o único caso de acidente de trânsito no Maranhão que será levado a júri popular. Essas campanhas do Detran são muito úteis para que os cidadãos tenham consciência de que a combinação álcool e carro são tão mortais quanto uma arma de fogo”, disse o empresário.

 

 

Segundo a bancária Tânia Soares as pessoas também precisam entender que fugir das blitzen da Lei Seca não vai tornar o trânsito mais seguro. “Muitos jovens alertam os amigos sobre os pontos em que a blitz está montada. Isso não é vantagem porque o condutor embriagado pega outro caminho e o risco do acidente, inclusive, com morte, continua. Avisar os condutores irregulares é falta de respeito com a lei, com a própria vida e com a vida do próximo”, disse a bancária.

 

Acidente de trânsito

No dia 30 de abril, a menina Laura Burnett, de apenas 8 anos, faleceu vítima de um acidente. Há suspeita que o condutor do veículo que provocou o acidente dirigia sob o efeito de álcool.

– Publicidade –

Outros destaques