terça-feira, 31 de janeiro de 2023

Canindé explica saída de Pimentinha

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

A decisão do técnico Oliveira Canindé de substituir Pimentinha por Edgar no segundo tempo, no jogo de domingo contra o Imperatriz, não agradou à torcida boliviana e o técnico saiu vaiado do campo.

 

Pimentinha foi um dos destaques da vitória de 2 a 1 do Sampaio contra o Imperatriz. O jogador não marcou gols, mas com sua agilidade nos dribles e velocidade nas jogadas,  fez boas investidas pelo lado direito. Em uma delas, ele foi derrubado por Clayton Carioca na entrada da grande área, pediu pênalti, mas o árbitro não marcou.

 

Após a substituição, Pimentinha saiu de campo, visivelmente, chateado. Inclusive a própria torcida não poupou vaias ao técnico Oliveira Canindé.

 

Questionado pela escolha de substituir Edgar por Pimentinha, em vez de optar pela saída do atacante Robert, que jogou ainda sentindo a lesão na joelho esquerdo, Canindé concedeu entrevista à equipe do Esporte Guará.

 

“Pimentinha é um bom jogador, mas não estava como deveria. Ele jogou no fim de semana passado, está desgastado e você quer que o cara resolva e não pode mexer no Pimentinha. Não é assim. E o Robert é uma referência dentro da área. Não podemos esperar só pela individualidade”, disse o Canindé.

 

O Sampaio Corrêa retorna aos treinos na tarde desta segunda-feira (27), às 15h, no CT José Carlos Pereira, visando o jogo desta quarta (29) quando enfrenta o Palmeiras pela Copa do Brasil. A partira será às 22h, no estádio Castelão.

 

Já na sexta-feira, a delegação tricolor viaja às seis da manhã para Imperatriz, para a decisão do Campeonato Maranhense.

 

 

 

– Publicidade –

Outros destaques