sábado, 4 de fevereiro de 2023

Caso Décio: Supremo nega liberdade a Gláucio Alencar

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou o habeas corpus a Gláucio Alencar Pontes Carvalho, um dos suspeitos de envolvimento na morte do jornalista e blogueiro Décio Sá em abril de 2012. A decisão é da ministra Rosa Weber a qual afirma que Gláucio e seu pai, José Alencar Miranda de Carvalho “foram pronunciados como os supostos mandantes do homicídio, motivado por propagação de acusações que a vítima fazia em seu blog”.

 

Leia também:

 

Decisão da justiça mantém Júnior Bolinha em presídio de segurança máxima;

Caso Décio: Júnior Bolinha terá direito à cela especial;

Justiça nega habeas corpus a acusados da morte de Décio Sá;

 

A ministra diz ainda que o suspeito e seu pai “supostamente integrariam organização criminosa e que estão sendo investigados por crimes de corrupção fraudes em licitação e agiotagem, além de responderem a outra ação penal pela morte de Fábio Brasil, na cidade de Teresina.

 

A defesa pedia que Gláucio permanecesse em liberdade por possuir residência fixa, ter bons antecedentes e ser réu primário.

 

 

No início deste mês, a Justiça do Maranhão já havia negado um pedido de transferência de presídio a outro envolvido no caso, o empresário José Raimundo Sales Chaves Júnior, o Júnior Bolinha.

– Publicidade –

Outros destaques