terça-feira, 31 de janeiro de 2023

Cavalo de aço em busca do segundo título no campeonato maranhense

O torcedor do Imperatriz vai assistir ao jogo deste domingo com uma data na cabeça: 10 de julho de 2005. Foi neste dia que o cavalo de aço conseguiu seu primeiro e – até agora – único título no campeonato maranhense. Depois disso, apenas em 2013 o time chegou novamente a uma final, contra o Maranhão Atlético Clube.

 

No seu título um goleiro que mais tarde se tornaria ídolo no rival desta final, Rodrigo Ramos. O adversário daquela época era o Moto Club, comandado por Marcos Magalhães que sofreu duas derrotas nas partidas, confirmando a campanha incontestável do time da região tocantina.

 

Noi elenco atual, Júnior Chicão é a referência no ataque e, se mostrar em campo uma atuação semelhante a do jogo contra o Moto, na fase de classificação, o cavalo de aço pode surpreender o tricolor maranhense no Castelão.

 

A vantagem de decidir no Frei Epifânio também é mais um fator importante para o elenco comandado por Vinícius Saldanha. Por ter terminado a primeira primeira fase na terceira colocação, à frente do Sampaio Corrêa, o Imperatriz leva para sua cidade o último jogo.

 

A derrota sofrida para o adversário de hoje pode ser mais uma motivação para o time.

 

O Imperatriz deve vir a campo com: Jean, Cleyton Carioca, Fagundes, Cleyton He-Man e Edson; Gualberto, Otávio, Diego Valderrama e Rubens; Cris e Júnior Chicão.

 

 

– Publicidade –

Outros destaques