quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

 César Nascimento lança Fofinho neste Carnaval

Chegou Fofinho em todas as plataformas digitais. A música é uma parceria de César Nascimento com Marinaldo Marques. Gravada nos estúdios do Chalezinho Amarelo – Petrópolis, RJ, com vocais de Gabi Nascimento e Renata Gaspar. O personagem na capa do single é uma arte de Kátia Castro.

O Fofão é uma das fantasias mais democráticas e populares que existe, fascina criança, jovens e adultos saindo pelas ruas de macacão de chitão, máscaras de expressões exageradas feitas de papel machê, muitos guizos, luvas e de varinha ou boneca na mão, mantendo essa bela tradição. Sempre atento, César Nascimento evoca sua força criativa destacando esse ícone de resistência e de alegria no Maranhão. 

Ouça aqui: https://open.spotify.com/intl-pt/album/3e4BAiuitYtutuXT5XUU8t

Te gruda nesse Fofinho!! 

César Nascimento – César Nascimento tem 42 anos de carreira artística. Recentemente, relançou o  single Desterro, de 1989, em clipe no YouTube com direção de Diego Caversan, imagens de estúdio feitas por ele, imagens aéreas do fotógrafo Meireles Junior e desenhos do artista plástico Cordeiro Filho. Em setembro do ano passado, César Nascimento lançou o single “Vem, Maninha!”, o disco “É Pra São João”, com ritmo da cultura popular, e EPedra!, um EP voltado ao ritmo jamaicano com sotaque maranhense. 

Ao todo, além dos singles, são dois álbuns virtuais nas plataformas; além dos 08 (oito) CDs, 02 (dois) DVDs, 02 LPs já produzidos e mais outras faixas gravadas em coletâneas, como “Mururu” do LP Segunda de Arte (1992), “Gavião Vadio”, composição de Nicéas Drumont e Cecílio, interpretada com Betto Pereira no LP Maio Oito Meia (2017) e “João do Vale, Minha Homenagem”, do LP Vinil & Poesia – Vol.01 (2020). A saber, o CD/DVD Violão de Coreiro – A composição de César Nascimento e seu violão, de 2018, é considerado pela crítica especializada como uma obra prima da carreira do artista.

César Nascimento é autor da consagrada balada Ilha Magnética, eleita como “Bem Cultural do Estado do Maranhão”, e de hits como: O Radinho, Maguinha do Sá Viana e Reggae Sanfonado, imprescindíveis na programação das rádios de todo o país e nas playlists de Música Brasileira.

– Publicidade –

Outros destaques