sexta-feira, 5 março, 2021
Início Capa Conheça a magia do vídeo mapping, uma das principais atrações do Natal...

Conheça a magia do vídeo mapping, uma das principais atrações do Natal do Maranhão

Como que em um passe de mágica, a imponente fachada do Palácio dos Leões, edificação de arquitetura neoclássica erguida em 1612 no coração do Centro Histórico de São Luís, se transforma em um gigantesco painel multicolorido, onde cazumbás, bandeirinhas de São João e elementos natalinos aparecem e desaparecem entre as janelas e colunas do prédio secular, que ganha ‘vida própria’ e parece ‘dançar’ conforme a música.

O que parece uma viagem mágica é na verdade um pouco do efeito audiovisual por trás do vídeo mapping, um dos principais atrativos da programação do Natal do Maranhão 2020.

Após um final de semana de testes, a apresentação deste ano começou a ser exibida ao público na noite desta sexta-feira (4), e se estende durante todo o mês de dezembro, com projeções diárias a cada 30 minutos, sempre das 18h30 às 22h.

As projeções em vídeo mapping já são velhas conhecidas do público maranhense. Este já é o quarto ano em que as animações tridimensionais enfeitam as paredes frontais da sede do Poder Executivo Estadual nessa época do ano.

O espetáculo que encanta ludovicenses e turistas é fruto de um longo trabalho desenvolvido por uma equipe multidisciplinar do Estúdio Preto e Branco, produtora audiovisual sediada em São Paulo (SP), com 42 anos de atuação nos segmentos cultural e corporativo e 18 anos de experiência no uso do mapeamento de vídeo, técnica que projeta e manipula imagens em superfícies irregulares.

“É um processo bem trabalhoso, que envolve bastante gente e muitos profissionais diferentes. Oito profissionais, entre designers de vídeo, trabalharam nesse projeto do Palácio dos Leões, mas dependendo do tamanho e do prazo, a gente pode envolver até mais gente”, conta o publicitário e designer Marcio Luis Borges, um dos sócios e diretores de criação da empresa.

Segundo Marcio Borges, apesar da tecnologia envolvida, que conta com o uso de softwares dedicados para animações em 2D e 3D e projetores de alta luminosidade, o videomapping é na verdade “uma grande ilusão de ótica” ao ar livre e em grande escala.

“É engraçado falar isso. O mapping de fachada como a gente faz na verdade é uma grande ilusão de ótica. É baseado em física, em óptica. É um processo de cálculo, de distorção de imagem, para dar a sensação que a gente quer”, detalha Borges.

- Publicidade -
Categorias relacionadas:
- Publicidade -

Mais recentes

- Publicidade -