quarta-feira, 17 de abril de 2024

Corpo de Bombeiros dá início à Operação Férias

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão deu inicio neste domingo (02) à Operação Férias com o intuito de desenvolver ações preventivas, ampliar o serviço de atendimento e evitar o registro de casos de afogamento e outras ocorrências na orla marítima de São Luis. O objetivo é garantir um final de semana tranquilo nas praias.

O trabalho, que já é feito diariamente, ganha reforço aos sábados e domingos, quando aumenta o fluxo de banhistas e frequentadores nas praias, especialmente durante o mês de julho, época das férias em que a cidade está cheia de turistas.

Neste período os salva-vidas vão redobrar a atenção. A atuação compreende, além de toda a extensão da Avenida Litorânea, as praias do Calhau, São Marcos e Marcela. Na Ponta d’Areia, Olho d’Água e Araçagi, existe uma parceria com as prefeituras municipais. Em toda a orla estão sendo instaladas placas de sinalização e de alertas, de modo a orientar os cidadãos.

 

ORIENTAÇÕES AOS BANHISTAS

O Gbmar orienta a população sobre algumas dicas de prevenção:

  • Na praia, procure sempre nadar próximo de um posto de guarda-vidas;
  • Pergunte ao guarda-vidas o melhor local para banho;
  • Esteja atento para a sinalização das bandeiras nos postos dos bombeiros e placas na extensão da orla;
  • Atenção com crianças, mesmo quando o guarda-vidas estiver por perto;
  • Evitar nadar sozinho;
  • Não tomar bebida alcoólica antes de entrar na água;
  • Não mergulhar após lanches e refeições;
  • Não se afastar da margem;
  • Não tentar salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado;
  • Prefira lançar objetos flutuantes (bolas, boias, isopores, madeiras, pranchas e outros) ou então corda para salvar pessoas em vez da ação corpo a corpo;
  • Identificar nas proximidades a existência do salva-vidas e permaneça próximo a ele;
  • Olhar a sinalização do local, pois a mesma indicará se o local é próprio para banho ou não;
  • Tomar cuidado em caminhar sobre as superfícies rochosas, pois podem estar escorregadias e a há risco de queda e/ou corte;
  • Nadar longe de pedras, estacas, piers ou embarcações;
  • Falar com o guarda-vidas somente o necessário;
  • A maioria dos que se afogam sabe nadar e julga conhecer o local onde nadam. Não subestime os riscos no mar;
  • Cuidado com valas (buracos extensos). Esses locais aparentam falsa calmaria que podem puxar mar adentro.

 

TELEFONES ÚTEIS

 Corpo de Bombeiros – 193

 Ciops – 190

 Samu – 192

 

– Publicidade –

Outros destaques