quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Depoimento de Carlos Bolsonaro na PF durou cerca de 1 hora

Renan Olaz/CMRJ

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (Republicanos) prestou depoimento na Superintendência da Polícia Federal do Rio de Janeiro. Sua fala durou menos de uma hora. Ele chegou no local às 9h50 e saiu 10h40.

Apesar da imprensa estar no local, o político optou por ficar em silêncio.

O filho de Bolsonaro é investigado por suposto aparelhamento da Abin (Agência Brasileira de Inteligência). Na última segunda-feira (29), foi feita uma busca e apreensão na casa de Carlos e no seu gabinete na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A PF também foi em Angra dos Reis, local onde a família fez uma transmissões nas redes sociais no final de semana.

Na live, todos se defenderam das acusações sobre a Abin e afirmaram que não realizaram atos de espionagem durante o mandato presidencial de Jair, que aconteceu de 2019 a 2022.

Eles afirmaram que “jamais” existiu uma Abin paralela e ainda elogiaram o trabalho de Alexandre Ramagem a frente do órgão.

– Publicidade –

Outros destaques